Psicologia do Esporte · Todos os posts

Situações específicas e fatores de stress no basquetebol de alto nível

Amigos

Estudar o stress competitivo sempre fez parte da minha vida acadêmica. O estudo abaixo relatado foi realizado em 1999 para cumprir uma das exigências do concurso de Livre Docência da USP. Ele foi realizado com 19 atletas olímpicos do basquetebol brasileiro (10 rapazes e 9 moças).

O stress é um dos fatores psicológicos mais frequentes no esporte competitivo, qualquer que seja o nível do atleta nele envolvido. Vários autores citam sua importância , colocando-o, inclusive, como o fator determinante do desempenho entre esses atletas. O basquetebol, por reunir uma grande variedade de características pessoais e situacionais, é um esporte potencialmente gerador de stress.

Com o objetivo de detectar as situações causadoras de stress no basquetebol de alto nível e classificá-las em fontes e fatores, este estudo foi desenvolvido com 19 atletas do basquetebol brasileiro (10 rapazes e 9 moças), com participação efetiva em, pelo menos, uma das duas últimas edições das competições internacionais: Jogos Olímpicos e/ou Campeonatos Mundiais.

Para a pesquisa os atletas foram entrevistados tendo como base as seguintes questões: “Quais as situações direta ou indiretamente relacionadas à competição que causam stress durante um jogo?” e “Qual a situação mais crítica de stress em sua carreira?”

Foram identificadas 126 situações específicas de stress no basquetebol, classificadas em fontes específicas e fatores específicos de stress que foram reduzidos a 4 fatores gerais: competitivo individual, competitivo situacional, extracompetitivo pessoal e extracompetitivo social.

De todos os fatores, os competitivos situacionais representaram a maioria das situações (90,5%), com destaque para as “situações de jogo”, “influência de pessoas importantes – técnico e companheiros de equipe “, “competência” e “planejamento e organização”.

Dos fatores competitivos individuais, “medo e insegurança” foram os fatores específicos mais citados.

Das situações críticas, sete atletas referiram-se a fatos ocorridos durante jogos, cinco citaram problemas de contusão, três apontaram “estados psicológicos” e dois as relacionaram com “pessoas importantes”. “Planejamento e organização” e “problemas pessoais” foram identificados por um atleta cada.

A partir deste resumo enviarei posts especificando as situações relacionadas a cada um desses fatores.

Anúncios