Psicologia do Esporte · Todos os posts

Stress no Basquetebol: os fatores competitivos individuais

Dando continuidade ao post publicado em 16 de junho, vamos abordar os fatores de stress identificados no estudo realizado com 19 atletas olímpicos do basquetebol brasileiro. A partir das situações relatadas pelos atletas foram definidos dois fatores gerais: competitivos (individuais e situacionais) e extra-competitivos (pessoais e sociais).

Neste post, serão abordados os fatores competitivos individuais.

Os fatores competitivos são aqueles que estão diretamente relacionados ao contexto da competição, tanto no âmbito individual quanto no situacional.

Das 126 situações identificadas pelos atletas como causadoras de stress, 20 foram englobadas no fator competitivo.

Os Fatores Individuais, foram definidos a partir de fontes de stress dependentes do próprio atleta e de suas condições individuais para interpretá-las e lidar com elas. Foram identificados 2 fatores específicos:

  • estados psicológicos: cujas fontes específicas são as seguintes: medo/insegurança, expectativas/objetivos e pressões internas. Neste caso foram identificadas 16 situações (80% de todos os fatores individuais). As situações de stress relacionadas a esse fator foram as seguintes:
    • Medo/insegurança: não saber lidar com o erro, falta de experiência em seleção brasileira, inexperiência no começo da carreira, medo de decepcionar os companheiros de equipe e as pessoas em geral, não saber se a equipe continuaria no final da temporada, futuro incerto e renovação de contrato
    • Expectativas/objetivos: definição irreal de objetivos, necessidade de manter-se em alto nível, pensar constantemente no sucesso e necessidade de sempre jogar bem
    • Pressões Internas: medo de perder, auto-cobrança exagerada, pensamentos negativos sobre a carreira, ter a todo momento que provar seu valor
  • aspectos físicos: são as situações que envolvem a preparação individual e lesões. Esse fator foi representado por 4 situações (20% do fatores específicos individuais)
    • Estar mal preparado fisicamente
    • Falta de repouso
    • Tensão pré menstrual
    • Lesões

É importante ressaltar que, apesar de terem sido identificadas somente 20 situações relacionadas a fatores individuais (entre as 126 situações competitivas), o impacto dessas situações pode ser tão ou mais importante que as demais.

Isto ficou marcado pelo fato de que oito atletas apontaram como momentos críticos de stress em suas carreiras, situações ligadas a esses fatores competitivos individuais:

Estados psicológicos (insegurança):

  • 1ª participação em Jogos Olímpicos

Neste caso, além da insegurança natural por ser a primeira grande competição internacional a qual o atleta em questão participava, houve também uma sensação de euforia e conquista do grande objetivo da carreira.

  • Retorno às atividades após longo período de ausência.

Isto aconteceu às vésperas de uma competição importante causando muita expectativa e insegurança quanto ao desempenho.

Estados psicológicos (expectativas/objetivos):

  • Ser titular nos primeiros Jogos Olímpicos que participou.

Da mesma maneira que no caso anterior, também houve uma grande sensação de objetivo conquistado, além de uma euforia natural.

Aspectos físicos (lesões):

  • Contusão grave e longo afastamento (3 casos)
  • Contusão grave e briga com médico
  • Contusão grave e falta de respaldo da equipe

A contusão é um fator importante na vida de um atleta, pois pode causar problemas sérios, colocando em risco a continuidade de sua carreira. Todos os atletas que sofreram lesões graves e ficaram afastados por longo período, declararam ter tido, em algum momento, pensamentos negativos quanto à sua continuidade no esporte. Chamou a atenção a reação de uma atleta que, passada a fase crítica da contusão, declarou que aquele momento havia sido muito importante, pois somente naquela circunstância ela pode realizar diversas atividades que em situação normal nunca poderia ter feito. Essa atleta chegou a declarar que a contusão havia se transformado em algo positivo para que ela pudesse ter possibilidade de aproveitar situações de uma vida normal.

No próximo post sobre o assunto, serão abordados os fatores competitivos situacionais.

Anúncios