Pré Olímpicos · Todos os posts

Novo sufoco, mas vencemos: 69×57

No sufoco, abrindo só no último quarto vencemos novamente. Desta vez foi o Canadá – 69×57

Os números de Brasil – Canadá:

2 pts: 19/37 (51,4%) – 15-49 (30,6%)

3 pts: 7/21 (33,3); 6/15 (40%)

l.livres: 10/17 (58,8%); 9/13 (69,2%)

Reb Defesa: 37 – 30

Reb Ataque: 3 – 7

Assist: 14 – 7

B.Recuperadas: 5 – 7

B.Perdidas: 13 – 11

Destaques individuais:

Cestinha: Huertas – 17 pts

Rebotes: Splitter – 10

Assists: Huertas – 6

Outros resultados:

Grupo A:

Rep.Dominicana 92 x 89 Venezuela

Destaques:

Horford (RD) com 19 pts e 10 reb, Martinez (RD) com 18 pts e 14 reb.

Vazques (Ven) 16 pts e 10 reb

Grupo B:

Porto Rico 101 x  55 Paraguay

Destaques:

Barea (PR) 14 pts, 6 assists e 8 reb e pelo Paraguay, Araújo, 18 pts e Fábio, 10 reb.

Argentina 86 x  51 Uruguay

Scola com 18 pts e Nocione com 16 pts e 10 rebotes foram os destaques

Classificação

Grupo A: Brasil (2-0), R.Dominicana (2-0); Venezuela (0-2); Canadá (0-1); Cuba (0-1)

Grupo B: Argentina (2-0); P.Rico (2-0); Paraguay (0-2);Panamá (0-1); Uruguay(0-1)

Anúncios
Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré Olímpico Europeu: resumo da rodada – 31/08/11

A primeira rodada do Pré Olímpico Europeu apontou a vitória dos favoritos, apesar de alguns jogos não terem sido tão fáceis quanto se pensava.

Grupo A:

Espanha 83 x 78 Polônia; Turquia 79 x 56 Portugal e Lituânia 80 x 69 Grã Bretanha

Destaques:

Pela Espanha o grande destaque foi o pivô Paul Gasol que anotou 29 pts e pegou 7 reb. Navarro, armador espanhol anotou 23 pts.

A Turquia que manteve boa parte da equipe vice campeã mundial teve como destaques Kanter com 14 pts e 7 reb e o veterano Turkoglou com 14 pts. Évora, de Portugal fez double double com 12 pts e 12 reb.

O destaque do terceiro jogo foi o inglês Deng que converteu 25 pts e 10 reb.

 

Grupo B:

Sérvia 80 x 68 Itália; França 89 x 78 Letônia; Alemanha 91 x 64  Israel

Destaques:

O Sérvio Teodosic, eleito o melhor armador do Mundial de 2010 anotou 15 pts e 8 assists, enquanto o destaque italiano foi Bargnani com 22 pts e 9 reb.

Pela França, o astro da NBA Tony Parker anotou 31 pts e 7 assists, enquanto Blums da Letônia fez 32 pts e 6 assists.

Dirk Nowitski anotou 18 pts e 10 rebotes.

 

Grupo C

No confronto entre dois países da antiga Iugoslávia aconteceu a primeira prorrogação do torneio.

Montenegro 70 x 65 Macedônia (61×61); Grécia 76 x 67 Bósnia; Croácia 84  x  79 Finlândia

Destaques:

Dasic de Montenegro com 20 pts e 16 reb.

Zizis (Gr) 13 pts e 4 assists, Koufus (Gr) 10 pts e 10 reb. Pela Bósnia o destaque foi Kikanovic com 15 pts.

O armador croata Bogdanovic anotou 27 pts e 7 rebotes

Grupo D

Geórgia 81 x 59 Bélgica; Eslovênia 67 x 59 Bulgária; Rússia 73  x  64 Ucrânia

Destaques:

Dragic (Esl) com 13 pts, 6 reb e 6 assists e Rowland (Bul), 20 pts e 8 reb.

O russo Kirilenko foi o destaque da partida com 20 pts e 11 rebotes

 

 

Pré Olímpicos · Todos os posts

UFA! Brasil começa com vitória

Apesar do sufoco o Brasil iniciou com vitória o Pré Olímpico. Depois de perder o primeiro tempo (39-44), recuperamos o placar e vencemos a Venezuela por 92×83.

Os números (Brasil – Venezuela)

2pts – 26/41 (63,4%) – 23/46 (50%)

3 pts – 9/22 (40,9%) – 8/20 (40%)

L.Livres – 13/21 (61,9%) – 13/19 (68,4%)

Reb. Defesa – 32 – 24

Reb. Ataque – 8 – 7

Assists – 22 – 17

Bolas Recuperadas – 5 – 4

Bolas Perdidas – 8-7

Destaque individuais:

Cestinha: Vazquez (Ven) – 26 pts

Reboteiro: Splitter (Bra) – 11

Assists: Huertas (Bra) – 7

Temos que destacar que na equipe brasileira, cinco jogadores pontuaram com dois dígitos:

Huertas (16), Alex (15), Marcelinho (11), Guilherme (16) e Splitter (17).

No primeiro jogo do grupo, A República Dominicana não teve dificuldade em vencer Cuba por 90×60.

Próximas partidas do grupo A:

30-08 – 11:30 – Venezuela x Rep. Dominicana

30-08 – 20:30 – Brasil x Canadá

Opinião do autor · Todos os posts

Uma justa homenagem

Amigos do basquetebol

Não vou falar de basquetebol. Vou falar de gente. Gente boa. Gente humilde. Gente que merece todo nosso respeito e carinho. Gente que deveria ficar mais tempo por aqui. Mas quando chega a hora, não tem como impedir.

Vou falar do “Seu Cícero”, o mais antigo funcionário do Pinheiros, que faleceu hoje em S.Paulo.

Conheci o Cícero ainda quando jogador do ECP, há cerca de 45 anos (ele tinha 60 anos de clube). Depois voltei como professor do CAD, em 1974 e lá estava o Cícero cuidando das instalações dos ginásios para que pudéssemos trabalhar em ambiente adequado.

Em 1978, fui ser técnico das categorias de base do Pinheiros e quem estava lá pelos ginásios? Seu Cícero. Sempre com muito bom humor, paciência e, principalmente, muita sabedoria.

Saí do Pinheiros em 1982 e sempre quando voltava como treinador de outras equipes fazia questão de dar um abraço no Cícero que me recebia com muita alegria (que aliás, era a tônica de sua forma de ser).

Passei muitos anos sem ir ao clube e quando retornei, já trabalhando com as estatísticas dos campeonatos de basquetebol, encontrava sempre o mesmo Cícero, educado, receptivo e alegre. Sempre lembrando de mim e me chamando pelo nome.

O Cícero vai deixar um buraco no quadro de funcionários do Pinheiros. Mas, principalmente, vai deixar um buraco no coração de quem o conheceu e conviveu com ele.

Tomara que o Cícero possa encontrar um grande ginásio esteja onde ele estiver. Um ginásio cheio de pessoas que gostem do esporte, como ele gostava. Tenho certeza que ele vai cuidar muito bem desse ginásio e das pessoas que o frequentarem.

Quem o conheceu só pode agradecer a oportunidade de ter convivido com você.

Valeu “Seu Cícero”.

Opinião do autor · Todos os posts

Amor e respeito ao nosso basquetebol

Amigos

 

Amanhã começa o Pré Olímpico das Américas. Vocês já devem ter recebido milhões de informações sobre este importante torneio que pode nos levar de volta aos Jogos Olímpicos, sem precisar disputar um duríssimo Pré Olímpico Mundial que será realizado em julho de 2012.

Então não vou falar aqui de equipes, resultados ou possibilidades.

Vou falar de amor e respeito ao basquetebol.

Amor e respeito pelo esporte que nos move e, possivelmente, seja o ganha pão de muitos.

Amor e respeito pelo esporte que nos fascina e nos faz torcer pela volta ao cenário mundial.

Respeito ao trabalho de um grupo de pessoas que está se esforçando para que isto aconteça.

Respeito aos métodos implantados pela atual comissão técnica, sem aqui discutir se são melhores ou piores do que vinha sendo feito antes, pois os antecessores também se esforçaram ao máximo para trazer os resultados que, infelizmente, não vieram.

Respeito a todos que criticam e abordam de forma responsável e isenta os assuntos relacionados ao basquetebol, entendendo que todos querem o melhor para nosso esporte.

E dessa forma, com muito amor e respeito vamos torcer pela nossa seleção. Sem ufanismo, mas sem o derrotismo que fica claro em muito do que se lê por aí. Não quero arriscar dizer que tem gente torcendo contra. Seria leviano demais da minha parte.

Sabemos que vai ser difícil, mas não impossível. Quem sabe no dia 11 de setembro o título do último post sobre o Pré Olímpico seja:

“Ô,Ô,Ô, O BRASIL VOLTOU!”

 

 

 

 

 

Opinião do autor · Todos os posts

Vamos ao que interessa

Terminado o Torneio Tuto Marchand no qual o Brasil enfrentou Canadá, República Dominicana e Porto Rico, conseguindo três vitórias, vamos ao que interessa, ou seja: o Pré-Olímpico das Américas.

Acredito que o Brasil tem grandes chances de obter a vaga para os Jogos Olímpicos de Londres. Nossa chave na primeira fase é tranquila e o Brasil deverá passar à segunda fase, juntamente com República Dominicana, Venezuela e Canadá. Cuba é uma incógnita. Há anos que o basquetebol cubano deixou de ser competitivo.

Nossa equipe já demonstrou que tem capacidade para passar à segunda fase invicta e, em minha opinião, somente a República Dominicana poderia nos tirar o primeiro lugar.

Na outra chave, a Argentina é franca favorita. Panamá, Uruguay e Porto Rico deverão passar. O Paraguay somente desfrutará das belezas de Mar Del Plata e não deverá oferecer qualquer resistência a seus adversários.

Na fase seguinte, os quatro classificados de cada grupo se enfrentarão e neste momento será muito importante vencer para se colocar entre os quatro que decidirão as vagas para os Jogos de Londres.

Por motivos técnicos e por jogarem em casa, os argentinos são disparadamente os favoritos para obter uma das vagas. Brasil, Porto Rico e República Dominicana vêm à seguir como postulantes à outra vaga. E seria muito importante evitar o confronto com os donos da casa nas semifinais.

Repito que acredito no Brasil. Apesar de não contar com atletas que dariam outro padrão a esta equipe, confio no trabalho realizado pela comissão técnica e no grupo que aí está sempre pronto a defender nossa gloriosa camisa (aliás, sugiro que a CBB volte a usar a linda camisa listrada verde e amarela que sempre caracterizou nosso basquetebol masculino. Afinal o Brasil não é verde e branco).

Outras opiniões

Consultando alguns amigos obtive as seguintes opiniões sobre o Pré Olímpico das Américas:

Carlos Osso (dirigente)Tenho impressão que 5 países tem chances de chegar às duas vagas, em ordem alfabética: Argentina, Brasil, Canada, Porto Rico e República Dominicana. Penso que Argentina e Brasil se classificam.

João Marcelo (técnico do E.C. Pinheiros)Classificam-se Brasil e Argentina. Venezuela, Porto Rico e Canadá obterão as vagas para o Pré Olímpico Mundial.

 Raul Togni Filho (Técnico do Minas T.C.) – No Pré Olímpico das Américas estou muito confiante na final entre Brasil e Argentina. As equipes co-irmãs estão muito mais organizadas taticamente e com uma defesa muito consistente. O padrão argentino defensivo veio sendo implantado pelo Técnico Magnano e parece que começa a ganhar corpo e mostrar sua efetividade nos jogos preparatórios que o Brasil tem feito. É lógico que amistoso é amistoso, mas se houver esse empenho que tenho visto acredito na classificação do Brasil para as Olimpíada, já em Mar Del Plata. Penso que as vagas para o Pré Olímpico Mundial ficarão com Porto Rico, República Dominicana e, apesar de todas as dificuldades que enfrentou durante sua preparação inclusive com falta de uniforme para treinamento, Uruguai por sua raça e tradição.

 Rolando Ferreira (Campeão Panamericano – 1987) – O pré olímpico é um torneio muito difícil. Não se pode fazer um prognóstico, mas acho que temos condições de voltar com a vaga. No meu modo de ver são três equipes favoritas: Argentina, Brasil e Porto Rico.

 Sérgio Domeneci (NBB) – Acredito que Argentina e Brasil se classifiquem já no pré-olímpico. O Brasil precisa de ritmo, o que deve acontecer agora e jogadores como Marcelinho Machado têm que começar a desenvolver o seu melhor jogo. Com essas duas variáveis equacionadas nossas chances são grandes. Sem essas duas equipes para o pré mundial, naturalmente, Porto Rico e República Dominicana são certos. A outra vaga será disputada entre Venezuela e Canadá.

 Paulista (Campeão Mundial em 1963) – A Argentina classifica direto, pois tem mais time e joga em casa. O Brasil se classifica por absoluta falta de qualidade dos outros times. Talvez Porto Rico pudesse fazer frente às nossas pretensões.

 

O Brasil na primeira fase:

Dia 30/08 – 14h – vs. Venezuela

Dia 31/08 – 20:20h – vs. Canadá

Dia 02/09 – 18:00h – vs. Rep. Dominicana

Dia 03/09 – 18:00h – vs. Cuba

Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré Olímpico Europeu: vai pegar fogo

A partir de 31 de agosto teremos o início do pré olímpico europeu que, na minha opinião, é o mais difícil de todos os torneios continentais. São 24 equipes lutando por somente duas vagas diretas e três classificatórias para o pré olímpico mundial.

Nesse torneio, estarão reunidas grandes forças do basquetebol mundial, sendo sete países que já conquistaram medalhas:

A Rússia que obteve 2 ouros – 4 pratas e 3 bronzes, participando até 1988 como União Soviética, em 1992 como Comunidade dos Países Independentes e agora desmembrada em quatro países – Rússia, Lituânia, Geórgia e Ucrânia.

A Lituânia já como país independente conquistou 3 bronzes.

A antiga Iugoslávia (até 2000) que foi desmembrada em seis forças do basquetebol: Sérvia, Montenegro, Macedônia, Bósnia, Croácia e Eslovênia. Como Iugoslávia foram 1 ouro, 4 pratas e 1 bronze e a Croácia conquistou 1 prata.

Completam este quadro Itália, França e Espanha que conquistaram duas pratas cada uma.

Das equipes que participarão deste Pré Olímpico, a Rússia tem o maior número de participações em Jogos Olímpicos (computando-se União Soviética e CEI) – 12

Os demais países e seus respetivos grupos e participações em Jogos Olímpicos são os seguintes:

A – Espanha (10); Polônia (6); Turquia (1); Lituânia (4); Grã Bretanha (1); Portugal (np)

B – Sérvia – (1); Itália (11); França (2); Letônia (1); Alemanha (5); Israel (np)

C – Montenegro (np); Macedônia (3); Bósnia (np); Croácia (3); Finlândia (2)

D – Bélgica (2); Georgia (np); Eslovênia (np); Bulgária (4); Rússia (12); Ucrânia (np).

No último Campeonato Mundial, disputado na Turquia a equipe da casa sagrou-se vice-campeã; a Lituânia ficou em terceiro lugar; a Sérvia em quarto lugar; Espanha, 6o.; Rússia, 7o.; Eslovênia, 8o.; Grécia, 11o.; França, 12o.; Croácia, 13o.; Alemanha, 17o.

Com o sistema de disputas que prevê a classificação para a segunda fase dos três primeiros colocados de cada grupo, podemos afirmar que muitas equipes de alto nível ficarão de fora logo de cara.

Como palpite, arrisco dizer que no grupo A, os classificados serão: Espanha, Turquia e Lituânia. No B: Sérvia, Alemanha e França. No C: Grécia, Croácia e Montenegro; No D: Rússia, Eslovênia e Geórgia.

Em seguida os grupos A e B; C e D se juntarão para a formação dos grupos E e F que apontarão quatro equipes cada para jogarem no sistema 1Ex4F; 2Ex3f; 3Ex2F;4Ex1F. Os vencedores farão as semifinais e os vencedores dessas semifinais estarão automaticamente classificados para os Jogos Olímpicos. Os perdedores mais o vencedor da disputa de 5o e 6o participarão do Pré Olímpico Mundial, em 2012, na cidade de Londres.

Meu palpite: Lituânia e Grécia classificam-se diretamente. Espanha, turquia, Sérvia e Eslovênia vão para o Pré Olímpico Mundial.

Opiniões

Colhi opinião de alguns “basqueteiros”. Leiam o que eles disseram:

Carlos Osso (dirigente e grande incentivador do nosso basquetebol): O Pré Olímpico da Europa é dificílimo pois somente tem duas vagas e os países na disputa são muitos, mas França e Espanha são favoritos para as vagas. Mas Alemanha, Rússia, Sérvia, Lituânia, Turquia, Grécia, Croácia, Eslovênia, Itália, Letônia vão dar muito trabalho. Ainda tem Polônia, Georgia e Montenegro que podem surpreender. Não podemos esquecer que o desdobramento da Yoguslavia e Rússia fizeram vários novos países muito fortes para concorrer a uma vaga.

João Marcelo (técnico do Esporte Clube Pinheiros) acredita que as duas vagas ficarão com Lituânia e Grécia e que as três vagas para o Pré Olímpico Mundial ficarão com Turquia, França e Sérvia. 
Raul Togni Filho (técnico do Minas Tênis Clube)Arrisco que no grupo A classificam-se para a segunda fase  as equipes da Turquia, Espanha e Lituânia. Na chave B creio nas equipes da Sérvia, Alemanha e Itália, apesar de não saber como está o nível da Seleção Italiana. No grupo C a Croácia e a Grécia vão para a próxima fase e a briga ficará entre as outras equipes que não tem tanta tradição no basquete mundial apesar de Montenegro e Bósnia serem influenciadas pela excelente escola da antiga Iugoslávia. O grupo D deve ter na próxima fase a Rússia, Eslovênia e me arrisco em dizer que a equipe da Ucrânia passa para outra fase.

Na fase seguinte de onde só sairão quatro de cada grupo acredito que veremos as seguintes equipes se confrontando para chegar na Final: Espanha, Lituânia, Sérvia, Alemanha, Croácia, Grécia, Rússia e Eslovênia. Acredito que se encontrarão na Semifinal Espanha, Grécia, Eslovênia e Lituânia. Na final, com as equipes já classificadas para o Pré Olímpico vejo a possibilidade do duelo entre Grécia e Lituânia. Classificadas para o Pré Olímpico Mundial acredito que irão Espanha, Sérvia, Eslovênia e Croácia.

Realmente será um dos Pré Olímpicos mais disputados e, devido ao regulamento dos Jogos Olímpicos, muitos países europeus com grande tradição no basquetebol ficarão de fora da festa. É uma pena.