História do Basquetebol · Jogos Olímpicos · Todos os posts

É para comemorar III: bronze em Sydney

No dia 30 de setembro de 2000, o basquetebol feminino do Brasil conquistava sua segunda medalha olímpica consecutiva.

Desta vez o bronze na decisão do terceiro lugar contra a Coreia. O Brasil venceu por 84 x 73.

Nossa equipe era formada pelas seguintes jogadoras:

Claudinha, Helen, Adriana Santos, Adrianinha, Lilian, Janeth, Zaine, Marta, Silvia Luz, Alessandra, Cintia Tuiú e Kelly.

Técnico: Antonio Carlos Barbosa

Assistente: Paulo Bassul.

A campanha (4v-4d):

Brasil 76 x 60 Eslováquia

Brasil 70 x 81 Austrália

Brasil 82 x 48 Senegal

Brasil 70 x 73 França

Brasil 60 x 61 Canadá

Brasil 68 x 67 Rússia

Brasil 52 x 64 Austrália

Brasil 84 x 73 Coreia

Nossos destaques:

Cestinhas: Janeth 164 pts; Alessandra 115 pts

Rebotes: Alessandra 76; Janeth 46

Assists: Helen 25; Claudinha 23

Que no dia de hoje nossas meninas tenham essa conquista como inspiração para passar à final do Pré-Olímpico das Américas e rumar a Londres.

Anúncios
Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré-Olímpico feminino: semifinais

O Pré-Olímpico feminino chega às semifinais.

Brasil x Cuba e Argentina x Canadá são as partidas.

Uma delas terá a vaga direta para Londres. As outras três já estarão classificadas para o pré-olímpico mundial.

Segue um quadro comparativo das equipes:

Brasil x Cuba

V-D: 4-0 x 3-1

Pts a favor: 83,5 x 65,8

Pts contra: 46,0 x 55,2

% 2 pts: 47,8 x 42,2

% 3 pts: 35,6 x 25,4

% l.livres: 70,7 x 68,5

Reb. Ataque: 13,0 x 14,3

Reb. Defesa: 22,5 x 23,0

Assists: 16,3 x 12,3

B.Perdidas: 12,5 x 13,3

B.Recuperadas: 12,5 x 8,3

Destaques individuais:

Cestinhas: Érika: 16,0 pts; Damiris 10,0 x Gelis 14,0; Noblet 12,8

Rebotes: Érika 6,5; Damiris 6,2 rebotes x Cepeda 9,8 e Noblet 7,5

Assists: Adrianinha 4,0 x Gelis 4,0

 

Argentina x Canadá

V-D: 4-0 x 3-1

Pts a favor: 69,3 x 63,5

Pts contra: 53,8 x 44,0

% 2 pts: 38,3 x 37,2

% 3 pts: 39,4 x 40,0

% L.Livres: 70,2 x 76,5

Reb.Ataque: 8,8 x 12,0

Reb. Defesa: 27,5 x 26,5

Assists: 12,3 x 16,3

B.Perdidas: 13,3 x 16,0

B.Recuperadas: 7,0 x 8,3

Destaques:

Cestinhas: Sanchez 15,3 e Gonzales 10,5 x Keane 10,8 e Smith 9,3

Rebotes: Burani 6,8 x Gabrielle 5,0

Assists: Pavon 2,5 x Gabrielle 4,0

Pré Olímpicos · Todos os posts

Brasil nas semifinais

Com a tranquila vitória de ontem contra o México (88×61) o Brasil garantiu o primeiro lugar do grupo B e a passagem para as semifinais.

Quando se esperava um jogo contra a Argentina nas semifinais, a equipe portenha mudou o panorama vencendo Cuba por 65×59 e também garantiu o primeiro lugar do grupo A. Mesmo perdendo hoje da Colômbia, a Argentina garante essa posição no confronto direto com Cuba que deverá vencer o Chile e classificar-se  em segundo para pegar o Brasil.

O Brasil passa para as semifinais com os seguintes dados:

4 vitórias em 4 jogos

Pts a favor: 83,5

Pts contra: 46,0

% 2 pts: 47,8

% 3 pts: 35,6

% l.livres: 70,7

Reb. Ataque: 52

Reb. Defesa: 90

Assists: 6,5

B.Perdidas: 50

B.Recuperadas: 50

Destaques individuais:

Érika: 16,0 pts – 6,5 rebotes

Damiris: 10,0 pts – 6,2 rebotes

Adrianinha: 10,0 pts – 4,0 assists

Chuca: 10,0 pts – 2,5 assists

Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré-Olímpico Feminino: Brasil mais um passo rumo a Londres

O Brasil conseguiu, hoje, mais uma tranquila vitória no Pré-Olímpico feminino das Américas.

Agora foi a vez da Jamaica conhecer a força das meninas do Brasil: 73×50.

O Brasil teve 56@de aproveitamento nos arremessos de 2pts; 16,7% nos arremessos de 3 pts; 54,5% nos lances-livres; 34 rebotes; 20 assists; 16 bolas recuperadas e 13 bolas perdidas.

Érika foi o destaque com 19 pts e 7 rebotes; Adrianinha anotou 7 assists.

A cestinha da partida foi a Jamaicana Gidden com 23 pts.

Amanhã o Brasil joga contra o México, já com o primeiro lugardo grupo garantido.

Na outra partida do grupo o Canadá venceu o Paraguay (77×26) e será o outro classificado do grupo.

História do Basquetebol · Jogos Olímpicos · Pré Olímpicos · Todos os posts

Jogos Olímpicos: uma breve visão dos já classificados no masculino

Definidos os classificados do masculino para os Jogos Olímpicos de Londres através dos Pré-Olímpicos Continentais, segue uma breve visão da situação desses países nos Jogos Olímpicos ao longo do tempo.

Lembrando que Estados Unidos e Grã Bretanha já estavam classificados por serem, respectivamente, o último campeão mundial e o país sede e que as três vagas restantes serão disputadas no Pré-Olímpico Mundial a ser realizado em 2012.

Neste resumo apresento cada país, seu número de participações olímpicas, a primeira e a última vez e seus melhores resultados nessa competição.

Brasil: 13 – 1936 – 1996 – bronze em 1948, 1960 e 1964

Argentina: 5 – 1948 – 2008 – ouro em 2004 e bronze em 2008

Estados Unidos: 16 – 1936 – 2008 – ouro em 1936, 1948, 1952, 1956, 1960, 1964, 1968, 1976, 1984, 1992, 1996, 2000, 2008; prata em 1972; bronze em 2004

Grã Bretanha: 1 – 1948 – 1948 – 20º. em 1948

Espanha: 10 – 1948 – 2008 – prata em 1984 e 2008

França: 7 – 1948 – 2000 – prata em 1948 e 2000

China: 9 – 1984 – 2008 – 8º. em 1996, 2004 e 2008

Austrália:  12 – 1956 – 2008 – 4º. em  1996 e 2000

Tunísia: nunca participou

Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré-Olímpico feminino: Brasil vence o Canadá e praticamente garante a primeira colocação no grupo.

O Brasil venceu o Canadá, a equipe mais forte do grupo e com certeza terminará a primeira fase em primeiro lugar, já que amanhã enfrentará a Jamaica e depois o México.

A partida foi fraca tecnicamente com as equipes errando muitos arremessos, principalmente o Canadá que teve um aproveitamento de 20% nas bolas de 3 (2/10) e de 32% nas bolas de 2 (12/37). O Canadá também teve 20 bolas perdidas.

Destaque do Brasil: Damiris 13 pts; Palmira e Chuca anotaram 10 pontos cada uma.

 

Pré Olímpicos · Todos os posts

Pré-Olímpico Asiático masculino: apesar do susto China é campeã

Foi um susto e seria uma grande zebra. A Jordânia quase estragou a festa chinesa.

Mas no final a Chna venceu por 70×69 e ficou com a vaga para Londres. Jordânia e Coreia irão ao Pré-Olímpico Mundial

Leiam a opinião do Prof. José Medalha

O que parecia ser fácil, tornou-se um pesadelo nos últimos dois minutos quando o time chinês parou na quadra e a Jordânia reagindo, por muito pouco não pregou mais uma grande surpresa.
O time da China, constituído na sua grande maioria por jovens, estava com a responsabilidade diante de 12 mil pessoas, de garantir em casa a vitória final no Pré-Olímpico Asiático. Com muitos altos e baixos durante todo o jogo, a selecao chinesa quase viu escapar a chance de vitória no final do jogo,  quando a Jordânia com posse de bola nos últimos 8 segundos não conseguiu converter o que teria sido uma verdadeira frustração em Wuhan.

O técnico BOB DONEWALD ganhou assim a sua recompensa por ter buscado uma total renovação na equipe e agora é mais um dos classificados para Londres . A defesa chinesa mais uma vez foi a responsável pela vitória por apenas um ponto, impedindo um melhor desempenho do time da Jordânia.

O ataque chinês deixou a desejar contra uma defesa por zona bem posicionada. No final foi feito justiça pois a equipe campeã  foi realmente a melhor do torneio sem nenhuma derrota.

Apesar de um nivel técnico regular em termos internacionias, a organização do Campeonato foi perfeita.

Registre-se a presença do árbitro brasileiro Cristiano Maranho como a principal figura na equipe de arbitragem , apitando os jogos mais difíceis inclusive a semi final entre China e Coreia e a final entre China e Jordânia com um trabalho elogiável.

Saio da China depois de ter visto o Pré-Olímpico Asiático na sua totalidade  com a certeza de que Brasil e Argentina estão em melhores condições que o time classificado no Asiático.

Por outro lado um pouco frustrado  em perceber que o Basquetebol é o primeiro esporte na CHINA, e sua estrutura organizacional pelo que pude observar esta bem à frente da nossa.