Formação Esportiva · Todos os posts

Ensinando às crianças maneiras seguras de praticar esportes

Em homenagem ao Dia das Crianças deixo um texto para todos aqueles que trabalham com crianças e jovens, ressaltando que todo respeito para com eles é essencial na formação e desenvolvimento de futuros atletas e, principalmente, futuros cidadãos.

Esse texto foi traduzido do original : Teaching kids safe ways to participate in sports, extraído do site  http://www.stopsportsinjuries.org/sports-injury-prevention/coaches-resources.aspx

Os esportes são uma boa maneira das crianças se exercitarem, aprenderem sobre trabalho em equipe e disciplina – tudo enquanto houver diversão. Pesquisas mostram que comparados com seus pares, as crianças que praticam esportes vão à escola com mais frequência, são mais ligados nas questões comunitárias e cívicas, envolvem-se menos em problemas e tendem a ter mais sucesso em seus ambientes de trabalho. Para auxiliar as crianças a aproveitarem de forma mais duradoura os benefícios da prática esportiva é extremamente importante que seus treinadores as ensinem maneiras seguras de praticar o esporte.

Porque ocorrem lesões?

Há várias razões do porque uma lesão possa ocorrer, incluindo o treinamento inapropriado, técnicas inadequadas, falhas nos equipamentos e/ou questões anatômicas e biomecânicas relacionadas ao próprio atleta.

O que é uma lesão por overuse*?

As crianças podem sofrer dois tipos de lesões ao praticar esportes: as agudas e as lesões por  overuse. As lesões agudas ocorrem como resultado de um único evento traumático como uma queda ou um choque nos braços ou pernas. Alguns exemplos comuns de lesões agudas são as fraturas, entorses, estiramentos. As lesões por overuse são mais difíceis de diagnosticar e tratar porque elas normalmente ocorrem ao longo do tempo. Quando traumas repetitivos afetam os tendões, ossos e articulações, uma lesão por overuse acaba se desenvolvendo. Exemplos típicos: cotovelo de tenista, ombro de nadador, tendinites e fraturas por stress.

*Overuse é um termo utilizado para designar excesso repetições de determinadas atividades ou movimentos ou excesso de carga de uma determinada atividade.

Como eu posso ensinar uma criança a jogar com segurança?

  • Encorajar os exames pré-participação todos os anos: um exame físico anual permite o diagnóstico, prevenção e o tratamento de qualquer condição
  • Aquecimento adequado antes de qualquer atividade: o aquecimento adequado antes da atividade faz com que se aumente gradualmente a frequência cardíaca, trazendo-a do repouso para uma atividade de baixo impacto como um trote leve. Ensine seus atletas a alongar sua musculatura para relaxar os tendões e ajudar na prevenção de lesões. O alongamento deve durar de 10 a 12 segundos por segmento
  • Desaquecimento após as atividades (volta à calma): faça com que seus atletas voltem à calma após as atividades. Isto permite que a frequência cardíaca volte gradualmente ao ponto de repouso. Novamente, o alongamento pode ajudar a evitar lesões
  • Uso de técnicas e treinamento apropriado: os treinadores e preparadores físicos devem ensinar técnicas apropriadas para evitar lesões. É importante que o atletas ouça atentamente as instruções. O estabelecimento e adesão a regras podem ajudar na prevenção de lesões. Muitas lesões por overuse ocorrem por não uso de técnicas e formas de treinamento inadequados. Antes de iniciar uma atividade ou programa de treinamento consulte um médico ou outro colega treinador para se certificar que aquele programa não causará problemas crônicos ou recorrentes.
  • Aumente o nível e intensidade de treinamento gradualmente: antes de elevar o nível de exigência do treinamento lembre-se da regra dos 10%: não aumente a carga de treinamento mais do que 10% por semana. Isto permite que o corpo tenha tempo para uma recuperação adequada.
  • Utilizar equipamentos adequados: tenha a certeza que os equipamentos e materiais estejam em boas condições. Algo simples como a verificação semanal dos equipamentos e materiais pode minimizar a ocorrência de lesões
  • Beber água: atletas, frequentemente, esquecem-se de se hidratar. A hidratação permite que os músculos trabalhem de forma apropriada. Faça com que seus atletas bebam água a cada 30 minutos ou mais, dependendo do nível da atividade e da temperatura.
  • Descanso e pausa: crianças que praticam esportes o ano todo sem interrupções estão mais sujeitas a lesões porque não se dá ao corpo a chance de descansar e recuperar. Os atletas têm que descansar pelo menos um período todo ano. Faça com que eles pratiquem outros esportes também, durante a temporada para que os mesmos grupos musculares não sejam expostos a lesões por overuse.

Como eu sei que um atleta tem uma lesão?

Se uma atleta sente uma dor forte, aguda, pare imediatamente a atividade. Praticar com dor forte pode agravar a lesão e provavelmente afastar o atleta das atividades. Se o atleta estiver sangrando, com a articulação inchada sem poder se apoiar sobre o membro lesionado, ou sente-se fisicamente enfraquecido, chame por atendimento médico imediatamente.

O que devo fazer se um atleta tem uma lesão?

Se um atleta sente alguma dor ou outro sintoma que possa indicar uma lesão, chame imediatamente um atendimento médico. Quanto antes uma lesão for diagnosticada, mais efetivo será o tratamento e mais rápido o atleta poderá voltas às atividades.

Nota pessoal:

lembrem-se que nenhuma vitória ou título é mais importante que o prazer que uma criança sente ao praticar esporte de forma saudável e segura

Anúncios

2 comentários em “Ensinando às crianças maneiras seguras de praticar esportes

  1. Caro amigo Dante nossas escolas de EDUCAÇÃO FÍSICA e academias deveriam receber estas orientações.
    Uma academia no Rio de Janeiro, estará fazendo um prova de rua e aceitam inscrições para crianças a partir e 3 anos de idade ( não sei se é ganância ou ignorancia)

    parabéns pelos seus posts
    Carlão

Os comentários estão fechados.