História do Basquetebol · Opinião do autor · Todos os posts

Kareem Imortal!

Amigos do Basquetebol

Kareem Abdul Jabbar, nascido em 16 de abril de 1947 Ferdinand Lewis Alcindor, um dos maiores pivôs da história do basquetebol mundial foi imortalizado nesta semana, quando foi inaugurada sua estátua em frente ao Staple Center, atual casa do Los Angeles Lakers.

Kareem é uma lenda. Criou um dos arremessos mais difíceis de serem marcados o “Sky Hook” e sempre fez parte de qualquer seleção dos melhores da NBA em todos os tempo.

Sua carreira é impressionante tanto no Basquetebol Universitário quanto na NBA.

Fez parte da fantástica equipe da UCLA, dirigida por John Woodden, onde atuou de 1966 a 1969 quando foi “draftado” pelo Milwakee Bucks. Na UCLA obteve 3 títulos e foi considerado o melhor jogador universitário em três temporadas.  Sua média de pontos como universitário foi de 26,4 e 15,5 rebotes em 88 jogos. Foi eleito três vezes o MVP do Final Four e duas vezes o “Player of the Year”.

Em 1969 passou a integrar a equipe do Milwakee Bucks (1a. escolha do “draft”), onde realizou 467 jogos e obteve um título na sua primeira temporada. Em 1970 foi eleito o “Roockie of the Year” (melhor calouro do ano).

Em 1975 transferiu-se para o Lakers onde encerrou a carreira em 1989, com 42 anos de idade. No Lakers foram 1093 jogos, totalizando 1560 jogos, o segundo maior da NBA.

Seus números são impressionantes:

1560 jogos

38.387 pontos (o primeiro na NBA) – 24,6 pts/jogo

57.446 minutos (o primeiro na NBA) – 36,8 min/jogo

17.440 rebotes (quarto na NBA) – 11,2 reb/jogo

3189 tocos – 2,1 tocos/jogo

56% de aproveitamento de arremessos

72,1% de aproveitamento de lances-livres

24,6 de eficiência

Nos Play-offs:

237 jogos

5762 pts – 24,1 pts/jogo

10,1 rebotes/jogo

No All-Star Game:

18 vezes (10 no primeiro time)

13,9 pts/jogo

8,3 reb/jogo

Honrarias:

6 títulos (5 com o Lakers e 1 com o Milwakee) – terceiro da NBA

6 vezes MVP

5 vezes All Defensive Team

Nomeado para o Hall of Fame em 1995

Em 1996 foi nomeado um dos 50 maiores jogadores da NBA de todos os tempos

Quem teve o privilégio de vê-lo jogar (pela tv ou ao vivo, como eu tive) jamais esquecerá daquela figura ímpar que dominava o garrafão, trabalhava seu “sky kook” de ambos os lados e distribuia tocos fantásticos.

Parabéns ao Imortal Kareem Abdul Jabbar e muito obrigado por tudo que fez pelo basquetebol.

Anúncios