NBB · Opinião do autor · Todos os posts

LDB: a boa notícia do basquetebol brasileiro

Amigos do Basquetebol

Apesar do momento turbulento pelo qual passa nosso basquetebol, com nossa seleção disputando a Copa América e colocando em dúvida sua própria competência e colocando em risco a classificação para a Copa do Mundo na Espanha em 2014, temo uma boa notícia.

É a LDB que já cumpriu sua terceira etapa que foi realizada na última semana em Bauru e Rio de Janeiro. Mais duas etapas estão previstas antes de se apurarem os oito classificados que farão a fase final deste importante campeonato. Um verdadeiro campeonato brasileiro sub-22.

Eu que tenho acompanhado algumas sedes e já pude ver todas as equipes jogando fico muito feliz por observar as mudanças ocorridas desde a primeira fase (em São Sebastião do Paraíso) até esta última em que estive em Bauru e ja posso observar muitos fatores que me levam a acreditar cada vez mais na importância deste projeto para o basquetebol brasileiro.

Observo uma evolução técnica e tática de atletas e de equipes, mesmo aquelas que ainda não possuem tantos recursos e se esforçam para manter-se na competição. Noto um amadurecimento dos atletas que até então tinham poucas chances de disputar jogos duros contra equipes já mais rodadas e experientes. Claro que ainda falta-lhes mais jogos. E isto a LDB tem proporcionado, pois cada equipe realizará 28 jogos antes da fase final. Para algumas equipes esse número de jogos é muito maior do que elas jogam durante toda a temporada em seus estados. E é esta experiência em jogos mais difíceis que dará a esses jovens a maturidade suficiente para atuar em suas equipes principais.

Observo, também, uma evolução no comportamento dos técnicos que já dirigem suas equipes com mais segurança, apesar de ainda haver certos exageros na forma de se dirigir e cobrar os jogadores que estão em formação. E o mais importante, a troca de informações entre os técnicos que estão ávidos para aprender e melhorar cada vez mais. E neste aspecto a presença de técnicos do NBB nas sedes, atuando como orientadores tem sido fundamental. Este relacionamento fora das quadras tem sido fundamental para o desenvolvimento desses profissionais.

No setor de arbitragem também temos que elogiar os esforços feitos pela LNB para proporcionar aos árbitros mais jovens essa experiência de atuar na competição sempre com a supervisão e orientação de colegas mais experientes. Da mesma forma que os treinadores se reunem para trocar informações, os árbitros analisam e discutem constantemente as atuações logo após cada rodada. Os erros acontecem e, provavelmente, continuarão acontecendo. Mas o desenvolvimento dos árbitros também é objetivo da LDB.

No aspecto organizacional, a LDB tem se esmerado em proporcionar a toda comitiva as melhores condições de trabalho, oferecendo hospedagem e alimentação de muita qualidade. O respeito aos horários, a manutenção dos protocolos de jogo, à semelhança do que acontece no NBB dão à competição o caráter de seriedade e profissionalismo que ela exige. e além disto, o diálogo com os técnicos e dirigentes para a resolução de eventuais problemas tem sido um tônica do evento. Afinal, estamos todos lutando pelos mesmos objetivos.

Fico feliz de ver a evolução dos garotos e mais feliz ainda quando alguns deles passam a integrar as equipes principais de seus clubes como já acontece com vários deles, inclusive como titulares, despontando para uma carreira promissora.

Enfim, a LDB é uma realidade que já está consolidada. Em 2014 há a previsão para o aumento do número de equipes, aumentando também o número de jogos. Mais jovens jogando basquetebol, mais técnicos podendo mostrar seu trabalho, mais gente envolvida na organização. E isto vai ser muito bom para nosso esporte.

Quem sabe se em um futuro muito próximo ( que tal em 2016?) não tenhamos alguns atletas que despontaram na LDB integrando nossa seleção adulta?

É só uma questão de planejamento e estabelecimento de objetivos.

 

Anúncios

2 comentários em “LDB: a boa notícia do basquetebol brasileiro

  1. este senho merece muito respeito de todos, conheci em 1988, aqui em rondonia numa clinica de tecnicas, e junto veio o nosso grande arbitro, um dos melhores que vi atua AFFINI, e foram 4 dias de muito conhecimentos e muita paciencia deste professor, valeu.

    1. Caro Augusto. Realmente me lembro bem da clínica em Rondônia com o Affini. Apesar das dificuldades foi muito importante. Grande abraço

Os comentários estão fechados.