Mundial Feminino · Todos os posts

Mundial Feminino: definidos os grupos

Amigos do Basquetebol

Foram definidos, neste sábado, os grupos para o Campeonato Mundial Feminino de Basquetebol que será realizado na Turquia de 27 de setembro a 5 de outubro.

Dos países participantes somente os Estados Unidos com 8 conquistas, Brasil e Austrália com uma conquista cada já foram Campeões Mundiais. Com a surpreendente ausência da Rússia, uma das grandes forças do basquetebol mundial, as dezesseis equipes participantes foram assim distribuídas (entre parêntesis na ordem estão a posição atual no ranking da FIBA, , colocação em 2010 e números de participações nos mundiais):

GA: Brasil (7o., 9o., 15); Japão (17o., np, 11); Espanha (6o., 3o., 5); Rep. Tcheca (5o.,  2o., 2)

GB: Moçambique (38o.,  np, 0); Turquia (13o., np, 0); França (4o., 6o., 8); Canadá (9o.; 12o., 9)

GC: Coreia (11o., 8o., 14); Cuba (14o., np, 10); Austrália (2o., 5o., 13); Belarrússia (10o., 4o., 1)

GD: Sérvia (29o., np, 0); China (8o., 13o., 8); Estados Unidos (1o., 1o., 15); Angola (20o., np, 0)

O sistema de disputas neste ano será totalmente diferente das versões anteriores. Os primeiros colocados de cada grupo estarão, automaticamente, classificados para as quartas de finais. O campeão do GA enfrentará o vencedor de 2C x 3D. O campeão do GB enfrentará o vencedor de 2D x 3C. Os vencedores desses confrontos farão uma das semi finais.

Já o campeão do GC enfrentará 2A x 3B e o campeão do GD enfrentará 2B x 3A. Os vencedores desses confrontos farão a outra semifinal. Os perdedores desses confrontos disputarão de 5o  a 8o lugares.

Em relação às adversárias do Brasil, nossa campanha em mundiais é a seguinte: Espanha (1v – 3d); Rep. Tcheca (1v – 1d) e Japão (7v – 1d)

Segundo a opinião do experiente técnico Antonio Carlos Barbosa ” O grupo do Brasil está bem equilibrado! Há um leve favoristismo da Espanha em relação as outras três equipes.Entre Brasil-R.Tcheca e Japão tudo pode acontecer! O basquete feminino em nível mundial,a meu ver,passa por período de transição,aonde com o mal momemto da Russia vemos a volta da Espanha como força ao lado da França,Australia se mantem e USA disparadamente a melhor equipe.Vejo o Brasil com chances de passar para a próxima fase,embora repita muito equilibrado.A propalada renovação deve ser feita muito criteriosamente,em não trocar a experiente pelo novo!”.

Vamos torcer. Nos próximos posts vamos conhecer um pouco mais das nossas adversárias e levar mais opiniões sobre as chances do Brasil neste mundial.

Anúncios