Mundial Masculino · Todos os posts

Como são escolhidas as sedes da Copa do Mundo de Basquetebol

Amigos do Basquetebol

A FIBA iniciou o processo para a escolha da sede da Copa do Mundo Masculina. É um processo lento e trabalhoso que terá como resultado os dois países que sediarão as próximas competições.

É bom lembrar que a próxima Copa do Mundo será realizada em 2019, modificação esta efetuada pela FIBA para fugir do calendário mundial do futebol. Nesta próxima Copa do Mundo o número de participantes será aumentado para 32 e 7 países terão sua classificação direta para os Jogos Olímpicos de 2020, enquanto as demais vagas serão disputadas nos torneios classificatórios.

O processo que se iniciou no dia 4 de abril terá seu final em 15 de maio de 2015 com a escolha da cidade ou das cidades (em caso de co-organização) que receberão os 32 concorrentes.

Os passos são os seguintes:

1 – A partir de 4 de abril/2014 – os países interessados solicitam à FIBA o caderno de encargos e a carta de interesse.

2 – 9 de junho/2014 – os países que aceitarem os encargos e pretendem se candidatar devem  devolver à FIBA a carta de interesse

3 – junho/2014 – os países que demonstraram interesse em sediar a Copa do Mundo recebem o Guia de Candidatura e o Estudo de Impacto Econômico. Esses países recebem ainda um questionário e um convite para um programa de observação durante a Copa do Mundo na Espanha

4 – agosto/2014 – Prazo final para a inscrição no programa de Observação

5 – setembro/2014 – Programa de observação durante a Copa do Mundo na Espanha

6 – outubro/2014 – Prazo final para a inscrição como país-candidato

7 – novembro/2014 – anúncio dos países cujas candidaturas foram aprovadas. Esses países devem apresentar o Termo de Concordância do Governo

8 – dezembro/2014 – Workshop com os países candidatos

9 – janeiro e fevereiro/2015 – visitas técnicas aos países candidatos

10 – abril/2015 – Prazo final para confirmação e apresentação das candidaturas

11 – 15 de maio/2015 – Escolha da sede

Posso afirmar que o caderno de encargos e o “check list” enviados pela FIBA são documentos bastante complexos e rigorosos, além das questões financeiras que permeiam as candidaturas. A FIBA exige o pagamento de algumas taxas e muitos países deixam de se candidatar exatamente por não poder cumprir esse quesito.

Vamos aguardar até novembro para conhecer os países que pretendem sediar a Copa do Mundo de 2014 e em 15 de maio já teremos a certeza do local do evento.

Aí é só planejar a viagem.

 

Anúncios