História do Basquetebol · Mundial Feminino · Todos os posts

20 anos do Mundial Feminino – 1

Amigos do Basquetebol

Depois de alguns dias ausente, volto ao “trabalho”.

E volto em grande estilo, comemorando uma das maiores conquistas do nosso basquetebol: a conquista do Mundial Feminino em 1994.

Lembrando que o referido campeonato aconteceu na Austrália, de 2 a 12 de junho, e que o Brasil vinha de um sétimo lugar nos Jogos Olímpicos de Barcelona (sua primeira participação em Jogos Olímpicos) e de mudanças na comissão técnica com a chegada de Miguel Ângelo da Luz, Sérgio Maroneze (assistente), Hermes Balbino (preparador físico) e Waldir Pagan (supervisor).

A campanha nos Jogos Olímpicos não colocava o Brasil entre os favoritos, apesar de contar com atletas com Paula e Hortência, que haviam sido os destaques do Pan Americano de Cuba, em 1991. A equipe também contava com Adriana Santos, Alessandra, Janeth, Leila, Ruth, Cintia Tuiú, Simone Pontello, Dalila, Helen e Roseli.

O Brasil fez parte do grupo C, na fase  de classificação e enfrentou Taipei (112-83), Eslováquia (88-99) e Polônia (87-77).

O Grupo A era composto por Espanha, Nova Zelândia, Estados Unidos e Korea.

O Grupo B tinha Cuba, França, Kenia e Canadá.

E o Grupo D: China, Itália, Austrália e Japão.

Nas quartas de finais foram dois grupos:

A – Estados Unidos, Austrália, Eslováquia e Canadá.

B – Brasil, China, Cuba e Espanha. Foram duas vitórias contra Cuba (111-91) e Espanha (92-87) e derrota contra a China (90-97).

Classificado como segundo do grupo, o Brasil iria enfrentar os Estados Unidos nas semifinais. Jogo que sempre preocupa e que todos querem evitar, pela qualidade da equipe norte-americana. Na outra semi as australianas (donas da casa) enfrentariam as chinesas.

Estava montado o quadro esperado por todos: Estados Unidos e Austrália fariam a final.

Mas esqueceram de avisar as adversárias das duas equipes. A China surpreendeu a Austrália e venceu por 66-65, estragando a festa das meninas da terra dos cangurus e coalas.

Restava o jogo do Brasil contra os Estados Unidos. E numa partida brilhante de nossa equipe, vencemos por 110-107. Faríamos uma final inédita contra as chinesas que haviam nos derrotado nas quartas de finais.

Na madrugada do dia 12 de junho de 1994,  aqui no Brasil, eu estava no sofá de casa enrolado em um cobertor aguardando o momento que seria histórico para nosso basquetebol. Torci silenciosamente para não acordar a turma de casa.

E assim foi. Vencemos a China (96-87) e nos sagramos Campeões do Mundo.

Nossa equipe: Hortência (8j-221pts – cestinha do campeonato), Janeth (8j – 186 pts e 61 rebotes), Paula (8j – 158 pts e 65 assit), Leila (8j – 64 pts), Ruth (8j – 52 pts), Alessandra (8j – 51 pts e 46 rebotes), Cintia (8j – 23 pts), Helen (6j – 11 pts), Simone (4 j – 10pts), Roseli (7j – 8 pts), Dalila (1 j – 2pts) e Adriana Santos (1 jogo).

Como esquecer? Impossível.

E para relembrar ainda mais essa maravilhosa conquista trarei, nos próximos posts, textos de pessoas que fizeram parte dela. Aguardem.

 

 

 

Anúncios