Colaboradores · Todos os posts

Assumir riscos: uma das causas do progresso na carreira esportiva

Amigos do Basquetebol

Trago mais uma excelente colaboração do Professor Hermes Balbino.

Atletas que são bem-sucedidos no mundo esportivo ou pessoas de destaque no mundo corporativo apontam algo em comum como causa do progresso na carreira: assumir riscos calculados ao longo de sua trajetória.

O que as faz persistir aos ventos e tempestades é a tolerância a derrotas, fracassos e insucessos, pois sabem que isso é também tomado como uma das maneiras de melhorar o desempenho; entendem os aparentes fracassos como sendo resultados do plano em ação, e se não chegaram onde queriam, precisam se aprofundar na auto-análise e melhorar aspectos internos para atingir o que desejam e colocar-se em jogo mais uma vez. Invariavelmente, vamos encontrar muitos resultados indesejados nas carreiras dessas pessoas.

O que podemos aprender com elas?

Ao deixar de atingir o que deseja, dê um passo para o lado, observe e analise; aceite o resultado que obteve como retorno de um plano e sua execução.

Analise, veja o que funcionou e foi bom, considere o que poderia ter sido melhor.

Tome consciência dos pensamentos e sensações que vieram com o aparente fracasso e transforme-os em combustível para um próximo momento.

Deixe de lutar contra o fracasso; tome-o como uma experiência que o ensina a se preparar e se motivar para os desafios que estão batendo à sua porta, pois assim poderá preencher a sensação de vazio criada por perder um jogo ou ter vivido uma derrota no trabalho.

Ao aceitar este momento de aparente fracasso como uma oportunidade para aprender a se preparar melhor, estará se desenvolvendo para um nível que o fará melhor naquilo em já é bom. Será, pois, melhor ainda!

Disse Jerry Lynch: ”Arrisco a perda temporária pela chance do progresso permanente”.

Anúncios