Mundial Feminino · Todos os posts

Mundial Feminino: números finais

Amigos do Basquetebol

E o Mundial Feminino terminou com a esperada vitória dos Estados Unidos. A Espanha sagrou-se vice campeã, a Austrália ficou com o terceiro posto e a Turquia em quarto.

As demais posições: 5o. Canadá; 6o. China; 7o. França; 8o. Sérvia; 9o. Rep. Tcheca; 10o. Belarrúsia; 11o. Brasil; 12o. Cuba; 13o. Coreia; 14o. Japão; 15o. Moçambique; 16o. Angola

O Brasil, que se apresentou com uma equipe bastante modificada, de certa forma decepcionou. Os números brasileiros mostraram uma seleção que cometeu muitos erros, principalmente nos arremessos, mas que pode melhorar já que muitas das suas atletas são jovens e disputaram uma competição mundial pela primeira vez.

Estados Unidos, Austrália e Espanha foram, para mim, os grandes destaques do Campeonato. Lembrando que a Austrália disputou o Mundial sem duas de suas principais atletas: Laureen Jackson e Cabage.

As norte-americanas “sobraram” no campeonato. Uma equipe muito forte e equilibrada (vejam os números abaixo) e muito bem dirigida pelo técnico Auriema.

França, Coreia e a Rep. Tcheca foram, de certa forma, as decepções pelo seu histórico e tradição no basquetebol mundial.

O Canadá com o quinto lugar mostrou que aos poucos está voltando ao cenário mundial com uma seleção bastante promissora.

Turquia, China, Sérvia e Belarrússia cumpriram seu papel de coadjuvantes, sendo que a Turquia aproveitou o fator casa para obter uma excelente quarta colocação.

Nada a se esperar de Moçambique, Angola e Japão que se apresentaram com um basquetebol tecnicamente muito abaixo do que se poderia esperar de seleções que competem em um mundial.

Os números (a melhor seleção e o Brasil):

Pts a favor: EUA – 92,2; Brasil – 59,0 (12o.)

2 pts: Brasil – EUA – 56,3%; 38,3% (11o.)

3 pts: Brasil – EUA – 43,1%; 27,0% (12o.)

l.livres: Belarrússia  e Austrália 84,1%; Brasil – 62,8% (11o.)

Rebotes: EUA – 50,8; Brasil – 36,5 (8o.)

Assists: EUA – 22,3; Brasil – 11,5 (12o.)

B.Perdidas: Sérvia – 11,3; Brasil – 18,0 (12o.)

B.Recuperadas: Espanha – 10,3; Brasil – 9,0 (3o.)

Eficiência: EUA – 117,0; Brasil – 52,5 (12o.)

Destaques individuais:

Cestinhas: Lyttle (Espanha) – 18,2; Érika (10,8)

Rebotes: Leuchanka (Belarrússia) – 13,0; Érika (8,5)

Assists: Casanova (CUba) – 5,8; Adrianinha (3,5)

Eficiência: Lyttle (Espanha) – 26,2; Érika (13,5)

 Seleção do Campeonato:

Moore e Grine (EUA), Penny Taylor (AUS), Lyttle e Torrens (ESP)

MVP: Moore (EUA).

 

Anúncios