Basquetebol Europeu · Todos os posts

Euroliga: mais curiosidades

Amigos do Basquetebol

Encerrando esse ciclo de textos que antecipam o começo da Euroliga trago alguns dados curiosos sobre este importante campeonato.

– Até hoje foram realizadas 58 edições do Campeonato. Considera-se um torneio paralelo realizado em 2001 (Super Copa). Neste torneio o Campeão foi o Maccabi e na Euroliga o campeão foi o Kinder Bologna

– Somente duas equipes conquistaram por três vezes consecutivas o título da Euroliga: ASKA Moscou em 1958, 1959 e 1960 e o Jugoplásika Split em 1989, 1990 e 1991.

– Foram bi-campeões: Real Madrid em 1964/65 e 1967/68; Ignis Varese – 72/73 e 75/76 (este como Mobilgirgi Varese); Cibona Zagreb – 85/86; Milan – 87/88; Maccabi – 2004/05 e Olympiakos – 2012/2013

– Maccabi é a equipe com participações em finais – 16 seguido por CSKA e Real Madrid – 13, Ignis Varese – 9; Panathinaikos – 8; Barcelona – 7 e Olympiakos – 6.

– Cibona (2-2), Virtus Roma (1-1), Bosna Sarajvo (1-1) e Limoges (1-1) são as equipes 100% na relação finais/títulos

– Seguem – Panathinaikos (8/6) e ASK Moscou (4/3) – 75%; Milan (5/3) – 60%; Ignis Varese (10/5) e Olympiakos (6/3) – 50%

– As finais que mais aconteceram: 4 – Real Madrid (2) x (2) Ignis Varese; 3 – Panathinaikos (2) x Maccabi (1); CSKA (2) x (1) Real Madrid

– Na fase pré Final Four (1958 a 1987) os maiores campeões são: Real Madrid – 7; Varese – 5; CSKA – 4; ASK – 3; Maccabi, Milan e Cibona – 2

– Na fase de Final Four (1988 a 2013) os maiores vencedores são: Panathinaikos – 6; Maccabi – 4; Olympiakos e Jugoplastika – 3; Barcelona e CSKA – 2

A partir de 2001 o site da Euroliga (http://www.euroleague.net/competition/seasons/main-page) disponibiliza um quadro completo das partidas em todas as fases e é com base nesses resultados que apresento os dados abaixo.

Neste período as equipes que têm os melhores resultados são: CSKA, Barcelona, Maccabi, Panathinaikos, Real Madrid e Olympiakos.

– O CSKA é a equipe com melhor aproveitamento no total de jogos realizado – 76,3% (229v – 71D). Seguem: Barcelona – 73,3% (217v – 79d), Maccabi – 66,7% (196v – 98d), Panathinaikos – 66,4% (196v – 99d), Real Madrid – 63,2% (151v – 88d) e Olympiakos – 60,3% (176v – 116d).

Neste período na “Fase de Grupos” ou “Temporada Regular” o CSKA continua liderando com 78,5% (124-34) seguido pelo Barcelona – 75,9% (120-38), Panathinaikos – 71,5% (113-45), Maccabi – 69,6% (110-48), Real Madrid – 65,9% (87-45) e Olympiakos – 61,9% (97-61).

A fase posterior à “Temporada Regular” é o chamado “Top 16” e essas equipes têm o seguinte rendimento: CSKA – 80,7% (71-17), Barcelona – 77,4% (72-21), Real Madrid – 64,9% (50-27), Maccabi – 64,1% (59-33), Olympiakos – 61,4% (54-34) e Panathinaikos – 59,6% (56-38).

Na fase de “Play Offs” realizada após o “Top 16” temos o seguinte quadro, ressaltando que na temporada 2000/2001 esta fase também foi realizada em outro formato. Os resultados aqui apresentados não incluem os dados desta temporada. Novamente o predomínio é das seis equipes já citadas. O líder é o CSKA com 73,3% de aproveitamento (22-8) seguido do Barcelona – 60,6% (20-13), Panathinaikos – 58,1% (18-13), Maccabi – 54,8% (17-14), Olympiakos – 52,9% (18-16) e Real Madrid – 50% (12-12).

E finalmente chegamos ao Final Four. Disputada desde 1988, sempre em local pré determinado, essa forma tem movimentado grande interesse do público. Neste link http://www.euroleague.net/final-four/barcelona-2011/main-page/i/94864/5444/boxscores-1988-2013 podemos acompanhar todos os resultados dos Final Four ao longo do tempo.

A equipe que mais participou do Final Four foi o Barcelona – 14 vezes – obtendo 2 títulos. Seguem CSKA – 13 participações e 2 títulos; Maccabi – 12 participações e 3 títulos; Panathinaikos – 11 participações e 6 títulos.

O Barcelona também é a equipe com maior número de jogos no Final Four – 28 (10-18), seguido do CSKA – 26 (12-14); Maccabi – 23 (15-8) e Panathinaikos – 21 (15-6).

E para terminar este texto aqui vai a relação dos 10 jogadores eleitos como o time ideal da primeira década do século. Esses jogadores foram eleitos através de votação popular e participação de técnicos e jormalistas.

São eles: Bodiroga (Barcelona), Diamantidis (Panathinaikos), Holden (CSKA), Jasikevivius (Barcelona, Maccabi e Panathinaikos), Langdon (CSKA), Navarro (Barcelona), Papaloukas (CSKA), Anthony Parker (Maccabi), Siskauskas (Panathinaikos e CSKA) e Vujcicic (Maccabi).

Outros importantes atletas também apareceram nesta lista como: Alvertis, Fotsis, Garbajosa, Ginobili, Jaric, Jasikevicius, Lorbek, Nocioni, Prigioni, Sabonis, Scola, Spanoulis e o brasileiro Tiago Splitter.

Como podemos ver, pelos dados e pela quantidade de grandes atletas que desfilam pelas quadras europeias, a Euroliga é um grande atrativo e merece nossa atenção.

 

Panathinaikos - equipe maior vencedora de títulos na era do Final Four vem novamente muito forte para a nova temporada
Panathinaikos – equipe maior vencedora de títulos na era do Final Four vem novamente muito forte para a nova temporada
Anúncios