Entrevistas · Mundial Masculino

Copa do Mundo de Basquetebol: novidades – 1

Amigos do Basquetebol

Aproveitendo a estada do Presidente da FIBA, Horácio Muratori, no Congresso Internacional de Mini-basquetebol tive a oportunidade de entrevistá-lo sobre as novidades da Copa do Mundo de Basquetebol que vigorarão a partir de de 2017 visando o campeonato que será realizado em 2019.

A principais mudanças para a Copa do Mundo de basquetebol são: a mudança do ano de realização, o aumento do número de países participantes (de 24 para 32) e o novo sistema de disputa que dá um número maior de vagas para os continentes, especialmente América e Europa, além da unificação do pré-mundial Asiático e Oceania.

E foi pela questão da mudança de ano de realização que começamos nossa agradável conversa.

VB – Quais os motivos para a mudança do ano de realização da Copa do Mundo de Basquetebol?

HM – O principal deles é que queremos que a Copa do Mundo de basquetebol seja o principal evento do basquetebol mundial. Sabemos que muitos países, por seu realacionamento com o Comitê Olímpico Internacional, dão maior importância à participação nos Jogos Olímpicos. Com esta mudança queremos que esses países possam dar mais importância à Copa do Mundo. Para isto também aumentamos o número de participantes de 24 para 32.

Outro motivo é tirar a Copa do Mundo de Basquetebol do mesmo ano da Copa de Futebol. Como o Futebol é o primeiro esporte no mundo, muitas federações de basquetebol eram prejudicadas após a realização do Mundial de Futebol pois não conseguiam patrocinadores, estatais e privados, devido aos investimentos feitos no futebol. A própria FIBa também tem dificuldades de obter patrocinadores e mesmo espaço na mídia pois os patrocinadores e meios jornalísticos preferem pagar “10 pesos” por 1 segundo no futebol do que pagar “1 peso” por todo o tempo de nós colocávamos à sua disposição para a divulgação do Basquetebol. Mas esta é a realidade pois o futebol é impressionante e é muito difícil mudar esta realidade.

VB – e esta mudança de data será somente para o torneio masculino ou também para o feminino?

HM – a princípio somente para o masculino. Os demais torneios, femininos e todos os campeonatos para jovens continuarão com o mesmo calendário. Isto não significa que não possa haver mudanças. Recentemente tivemos um reunião em Istambul, durante o Mundial feminino e nos preocupa a situação do basquetebol feminino no mundo. Há equipes e jogadoras espetaculares mas que não têm a mesma projeção do que no masculino. Temos que encontrar meio de elevar o nível de projeção do feminino, tentando colocá-lo o mais próximo possível do masculino.

No próximo posta abordaremos as mudanças no sistema de disputa para a Copa do Mundo de Basquetebol Masculino.

 

Anúncios