Todos os posts

Moacyr Daiuto: uma lenda do basquetebol brasileiro (1)

Amigos do Basquetebol

Neste mês de julho  comemoraremos o centenário de uma das lendas do nosso basquetebol: Prof. Moacyr Daiuto.

Aluno da primeira turma da Escola Superior de Educação Física do Estado de São Paulo (1935) e depois seu Diretor, sócio número 1 da ACM – São Paulo, diretor do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, fundador da extinta Associação de Professores de Educação Física do Estado de São Paulo, criador e presidente da BRASTEBA (Associação Brasileira de Técnicos de Basquetebol), Daiuto foi um dos maiores técnicos do nosso basquetebol.

Iniciou sua carreira como técnico das equipes masculina e feminia da ESEF sagrando-se por várias vezes campeão universitário, atividade que o levou a dirigir a Seleção Paulista e Seleção Brasileira Universitária em importantes torneios nacionais e internacionais.

Sua passagem pelos clubes iniciou-se em iniciou-se em 1948, no Clube de Regatas Saldanha da Gama (Santos). Depois disto ele dirigiu as equipes do Tumiaru de São Vicente (1951), Tênis Clube Paulista (1951), Esporte Clube Pinheiros (1951 a 1959), Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba (1960), Sociedade Esportiva Palmeiras (1961 e 1962), , Sport Clube Corinthians Paulista (1964 a 1970) e Esporte Clube Sírio, seu último clube antes de ingressar definitivamente na carreira acadêmica (1971). Além disto, ainda dirigiu as equipes de Campinas e Piracicaba nos Jogos Abertos do Interior.

Mas, sem dúvida nenhuma, o grande destaque da carreira de Daiuto como técnico de clubes aconteceu em sua passagem pelo S.C.Corinthians Paulista, conquistando sete títulos do Campeonato Metropolitano da Cidade de São Paulo, dois títulos do Torneio Luciano Marrano (1966 e 1968), dois títulos do Torneio Rumi de Ranieri (1969 e 1970), cinco Campeonatos Estaduais (1964, 1965, 1966, 1968 e 1969), três títulos brasileiros (1965, 1966 e 1969), tri campeão Sul-Americano (1965, 1966 e 1969), Vice Campeão Mundial de Clubes (1965) e bronze no Campeonato Mundial de Clubes (1970).

Como técnico de seleções brasileiras masculinas o  Professor Moacyr Daiuto conquistou a primeira medalha olímpica de um esporte coletivo para o Brasil. Foi em Londres (1948). Depois disto, Daiuto dirigiu o Brasil no Mundial de 1950 (4o. lugar). Como assistente técnico, Daiuto conquistou a medalha de prata no Sul Americano de 1963 e do Pan Americano no mesmo ano. Ainda em 1963 veio a grande consagração com a conquista do Campeonato Mundial realizado no Rio de Janeiro. Sua última participação como assistente técnico em seleções brasileira deu-se no Mundial de 1970, disputado na antiga Iugoslávia, quando ficamos com a medalha de prata.

Mas não foi somente no masculino que Moacyr Daiuto brilhou em seleções brasileiras. Em 1962 conquistou a medalha de bronze no Sul-Americano feminino disputado em 1962.

Além dos conhecimentos de quadra, Daiuto sempre teve uma especial atenção a aspectos pedagógicos voltados ao esporte. Publicou vários livros e um deles é até hoje referência nos ensinamentos do basquetebol no Brasil e em toda a América do Sul: Basquetebol – Metodologia do Ensino.

Ao comemorarmos os 100 anos do mestre Daiuto só me cabe aqui expressar o orgulho de ter sido seu aluno e, posteriormente, colega de trabalho onde pude aprender muito sobre o basquetebol, sobre o esporte e, principalmente, sobre a vida.

Que as novas gerações que não tiveram o privilégio de conhecê-lo e com ele conviver saibam do enorme benefício que o Prof. Daiuto trouxe ao nosso basquetebol.

Neste mês, comemorando esta data tão importante trarei mais informações e depoimentos sobre nosso querido mestre.

Daiuto e as equipes de basquetebol da ESEF
Daiuto e as equipes de basquetebol da ESEF
Daiuto e o esquadrão Corinthiano onde se vê: Wlamir Marques, Rosa Branca, Ubiratan, Amaury e Zé Geraldo
Daiuto e o esquadrão Corinthiano onde se vê: Wlamir Marques, Rosa Branca, Ubiratan, Amaury e Zé Geraldo
Daiuto e Kanela no Mundial de 1970
Daiuto e Kanela no Mundial de 1970
Basquetebol: Metodologia do Ensino - livro que foi e ainda é referência no ensino do basquetebol
Basquetebol: Metodologia do Ensino – livro que foi e ainda é referência no ensino do basquetebol

 

 

Anúncios

Um comentário em “Moacyr Daiuto: uma lenda do basquetebol brasileiro (1)

  1. Foi meu professor na Escola de Educação Fisica(1964 a 1966)e também de minha mãe turma de 1942 Jenny Vannin Pozzi .Saudades do meu professor!!!! irani

Os comentários estão fechados.