História do Basquetebol · Opinião do autor

Copa Intercontinental: o Basquetebol em Festa

Amigos do Basquetebol

Depois de 9 anos o Ibirapuera recebeu uma partida de basquetebol. O último jogo oficial realizado por lá foi em 23 de setembro de 2006 quando Austrália e Rússia fizeram a final do Mundial Feminino, competição vencida pelas australianas.

Foi muito bom e emocionante ver o Ibirapuera com um público maravilhoso para os jogos da Copa Intercontinental de Basquetebol reunindo o Campeão das Américas – Paschoalotto Bauru – e o Campeão Europeu – Real Madrid.

Os jogos foram de altíssimo nível, muito equilibrado e que, ao final, apontou os espanhóis como campeões em função do regulamento que previa em caso de uma vitória de cada time, o maior saldo de pontos.

No primeiro jogo o Paschoalotto Bauru, depois de estar perdendo por 17 pontos no terceiro quarto, empreendeu uma recuperação fantástica com um festival de bolas de 3 pontos de Rafael Hettsheimer, Leo Mendl e Gui Deodatto.

Hettsheimer foi o destaque da partida com 27 pontos, mas não se pode deixar de falar da excelente atuação do armador Ricardo Fischer que a 4 segundos do final infiltrou pela defesa Madridista e converteu uma bandeja que deu a vitória ao Bauru (91 x 90).

Principais destaques da primeira partida:

Cestinhas: Hettsheimer – 27 pontos e Jaycee Carrol – 18 pontos

Rebotes: Alex  – 7 e Rudy Fernandez e Felipe Reyes – 6

Assists: Fischer e Alex – 8; Lllul – 6

Na segunda partida a equipe espanhola veio sem um de seus principais jogadores, Rudy Fernandez, contundido. E logo no início do 2º. Quarto outra estrela espanhola, Sérgio Rodriguez, foi desqualificado com duas faltas técnicas.

O Real Madrid abriu 12×0, mas novamente o Bauru recuperou-se e equilibrou o jogo. Mas ao final os espanhóis levaram a melhor e conquistaram a Copa Intercontinental, repetindo o feito de 1981 quando venceram o Sírio no mesmo Ibirapuera.

Com a ausência de Fernandez e Rodrigues, Sérgio Llul tomou conta do jogo. Foi um verdadeiro maestro auxiliado por Jayce Carrol e Thompkins que no segundo tempo anotou 15 pontos.

Llul, merecidamente apontado como o MVP da competição, anotou 21 pontos e 6 assistências.

Pelo lado de Bauru, sem a mesma eficiência dos 3 pontos da primeira partida, Hettsheimer anotou 17 pontos e 6 rebotes. Mas o grande destaque ficou com Ricardo Fischer que, além da difícil missão de marcar Llul, anotou 26 pontos e 6 assistências.

Outro ponto decisivo para a vitória do Real Madrid foram os rebotes (46 x 25, sendo 15 x 5 nos rebotes ofensivos). Ayon foi o grande destaque nesse fundamento, obtendo 15 rebotes.

Resultado final – 91×79.

Números da partida:

Cestinhas: Jaycee Carro – 22 pontos; Fischer – 26 pontos

Rebotes: Ayon – 15; Hettsheimer – 6

Assistências: Llul – 6; Fischer – 6

Destaques da Competição

O grande público presente (cerca de 8000 mil pessoas no segundo jogo)

– A qualidade dos jogos e o empenho das duas equipes

– A organização perfeita.

– As atrações proporcionadas ao público nos intervalos dos jogos

– A presença em grande número da torcida espanhola

– As homenagens prestadas aos Campeões Mundiais Inter-Clubes (E.C. Sírio) de 1979 representados por Dodi, Agra, Mortari, Oscar e Marquinhos Abdalah

– As homenagens prestadas às Campeãs Mundiais de 1994 representadas por Paula, Hortência, Helen, Janeth e Alessandra.

– A presença de muitos ex-atletas que foram tratados dignamente pela organização do evento

– A volta do Ibirapuera como a casa do basquetebol em São Paulo

Enfim, independentemente do resultado, o basquetebol brasileiro viveu dois dias de festa.

Parabéns a todos que nos proporcionaram esses momentos de muita alegria e emoção.

Parabéns ao Paschoalotto Bauru que dignificou o basquetebol brasileiro enfrentando de igual para igual talvez o melhor time do mundo.

Que outros momentos como este possam ser trazidos a São Paulo.

Quem sabe nossa seleção possa atuar novamente no templo do basquetebol paulista.

O Basquetebol Brasileiro agradece.

O público prestigiou
O público prestigiou
Torcida Espanhola presente
Torcida Espanhola presente
A Copa e as Medalhas
A Copa e as Medalhas
O capitão Alex e a equipe do Pachoalotto Bauru recebem as medalhas e o troféu de Vice-Campeão
O capitão Alex e a equipe do Pachoalotto Bauru recebem as medalhas e o troféu de Vice-Campeão
O Real Madrid comemora o título
O Real Madrid comemora o título
O MVP Sérgio LLul e o tradicional corte da redinha
O MVP Sérgio LLul e o tradicional corte da redinha
Anúncios

Um comentário em “Copa Intercontinental: o Basquetebol em Festa

Os comentários estão fechados.