História do Basquetebol

Copa Intercontinental (Mundial Inter-Clubes): curiosidades

Amigos do Basquetebol

Terminada a Copa Intercontinental fiz um levantamento de dados sobre a competição. São muitas curiosidades e números que gostaria de compartilhar com vocês.

A fonte deste trabalho é o site http://www.linguasport.com e é claro ele pode conter erros. Mas creio que a maioria das informações está correta.

  • A Copa Intercontinental começou  a ser realizada em 1966 com o nome de Campeonato Mundial Inter-Clubes ou Copa “William Jones”. Ela sofreu uma interrupção em 1987, voltando a ser realizada em 1996 quando sofreu nova interrupção para voltar em 2013 com o nome de Copa Intercontinental pois a partir de 1996 a disputa foi somente entre os campeões das Américas e da Europa.
  • Nas 25 edições da competição o Brasil só não esteve representado em 1982 e 1996. O Corinthians foi o primeiro representante brasileiro, obtendo o vice-campeonato em 1966. Além do Corinthians (4 participações) os clubes brasileiros na Copa são os seguintes: Sírio (6 participações); Franca (5); Monte Líbano (4); Bauru, Botafogo, Flamengo, Pinheiros e Vila Nova (1).
  • Em 1972 a Copa foi realizada no Brasil e reuniões as seleções do Brasil, Polônia, Estados Unidos e União Soviética. Os americanos ficaram com o título e o Brasil foi 3o. lugar. Esta edição não foi considerada para a análise que se segue.
  • O Brasil obteve 2 títulos: Sírio em 1979 e Flamengo em 2014; 8 vices: Corinthians (1966); Sírio (1973 e 1981); Franca (1975 e 1980); Monte Líbano (1985); Pinheiros (2013) e Bauru (2015. Além disto foram 5 terceiros lugares: Sírio (1969, 1978 e 1984); Corinthians (1970) e Vila Nova (1974)
  • Os demais títulos foram assim conquistados: Itália 7 (Ignis Varese 3; Cantu – 2; Tracer Milano e Banco Roma -1); Espanha 6 (Real Madrid – 5 e Barcelona – 1); Estados Unidos 4 (Akron Goodyear – 3 e Maryland – 1); Grécia 2 (Olympiakos e Panatinaikos); Israel (Maccabi), Lituânia (Zalgiris) e Argentina (Obras Sanitárias) 1 cada
  • As equipes brasileiras que mais atuaram foram: Sírio (27j – 18v e 9d); Franca (Amazonas e Francana – 27j – 15v e 12d); Monte Líbano (19j – 10v e 9d); Corinthians (12j – 4v e 8 d).
  • Em toda a história da Copa houve somente um confronto entre brasileiros. Foi em 1981 quando Sírio e Francana se enfrentaram com a vitória do Sírio (87×77).
  • Ao todo os brasileiros realizaram 97 jogos (exceto o citado acima) com 53 v e 42 d. O Brasil enfrentou diferentes equipes de vários países. Contra os Estados Unidos tivemos o maior número de jogos (21j – 13v e 8d) seguido por Itália (16j – 7v e 9d), Espanha (15j – 5 v e 10d) e Argentina (13 j – 8v e 5 d). Ainda jogamos contra equipes da Austrália, China, Filipinas, Grécia, Israel, Iugoslávia, Lituânia, México, Porto Rico, Rep.Centro Africana, Senega, e Venezuela
  • O Real Madrid foi a equipe mais enfrentada pelos brasileiros sendo 9 vitórias dos espanhois e 4 dos brasileiros. Segue o Maccabi (6 jogos – 3 vitórias cada); Ignis Varese (5 jogos – 2 vitórias dos brasileiros); Obras Sanitárias (5 jogos – 2 vitórias dos brasileiros); Ferrocarril (5 jogos (4 vitórias dos brasileiros) e Mobilgirgi (4 jogos – 3 vitórias dos brasileiros)
  • As cinco maiores vitórias dos clubes brasileiros foram: Amazonas Franca x Tresor RCA em 1975 (109×55 – 54 pts); Monte Líbano x Obras Sanitárias em 1986 (129×76 – 53 pts); Francana x Real Madrid em 1980 (116×73 – 43 pts); Corinthians x Obras Sanitárias em 1986 (126×84 – 42 pts) e Francana x Real Madrid em 1981 (101 x 60 – 41 pontos)
  • Nesses 97 jogos a média de pontos dos brasileiros foi de 87,0 contra 83,8.
  • Os técnicos com maior número de participações na competição foram Pedroca com 6 torneios, sendo 5 por Franca e 1 pelo Sírio e Cláudio Mortari (6 – 4 pelo Sírio, 1 pelo Pinheiros e 1 pelo Corinthians), Moacyr Daiuto (4 – todas pelo Corinthians), Edvar Simões (3 pelo Monte Líbano), Guerrinha (Bauru), Neto (Flamengo), Angel Crespo (Sírio), Mical (Vila Nova) e Tude Sobrinho (Botafogo) com uma participação cada.
  • Os jogadores que mais atuaram: Hélio Rubens (7 –  5 Franca – 1 Sírio – 1 Corinthians); Fausto (6 – 5 Franca – 1 Sìrio); Dodi (6 – 5 Sírio – 1 Vilanova); Robertão (6 – 5 Franca – 1 Sírio); Adilson (6 – 4 Franca – 1 Corinthians – 1 Vila Nova); Marquinhos (6 – 4 Sírio – 1 – Franca – 1 Vila Nova); Totô (5 – Franca); Marcel (5 – 3 – Sírio – 1 Monte Líbano – 1 Corinthians
  • Com 4 participações: Cadum, André, J.Geraldo, Luizão, Gilson, Geurrinha e Maury
  • Com 3 participações: Fransérgio, Mical, Wlamir, Ubiratan, Paulo Esteves, Saiani, Wagner, Paulinho Villas Boas, Eduardo, Larry, Oscar, Israel, Pisérgio, Toninho, Pipoka, Agra e Gerson

Nossos Campeões Mundiais

Sírio - 1979
Sírio – 1979
Flamengo - 2014
Flamengo – 2014
Anúncios

3 comentários em “Copa Intercontinental (Mundial Inter-Clubes): curiosidades

Os comentários estão fechados.