História do Esporte · Jogos Olímpicos

Curiosidades Olímpicas 1: o Brasil de 1920 a 1956

Amigos do Basquetebol

Inicio uma série denominada “Curiosidades Olímpicas” com o objetivo de trazer de forma resumida algumas informações sobre os Jogos Olímpicos.

A primeira desta série é destinada à participação brasileira de 1920, quando de sua primeira participação a 1956

1920 – Antuérpia

Número de atletas: 21 homens

Esportes: Natação, Polo Aquático, Remo, Saltos Ornamentais e Tiro Esportivo

Medalhas:  3 –  1 de ouro com Guilherme Paraense e 1 de prata e 1 de bronze com Afrânio Costa

Curiosidades: O melhor resultado fora o Tito Esportivo foi obtido pelo saltador Adolpho Wellihs na plataforma de 10m

1924 – Paris

Número de atletas: 12 homens

Esportes: Atletismo, Remo e Tiro Esportivo

Medalhas: nenhuma

Curiosidades: Nosso melhor resultado foi um 4o. lugar obtido por nossos remadores Carlos Castelo Branco e Edmundo Castelo Branco

1932 – Los Ângeles

Número de atletas: 66 homens e 1 mulher

Esportes: Atletismo, Natação, Polo Aquático, Remo e Tiro Esportivo

Medalhas: nenhuma

Curiosidades: a única mulher da delegação brasileira foi a nadadora Maria Lenke que competiu nos 200m nado peito e obteve o 9o. lugar

1936 – Berlin

Número de atletas: 88 homens e 6 mulheres

Esportes: Atletismo, Basquetebol, Boxe, Ciclismo, Esgrima, NAtação, Pentatlo Moderno, Remo, Tiro Esportivo e Vela

Medalhas: nenhuma

Curiosidades:

  • Estreia do Basquetebol Masculino com um 6o. lugar. Sylvio de Magalhães Padilha, que viria a ser o presidente do COB, obteve o melhor resultado de toda a delegação brasileira, com um 5o. lugar na prova de 400 c/barreiras

1948 – Londres

Número de atletas: 70 homens e 11 mulheres

Esportes: Atletismo, Basquetebol, Boxe, Esgrima, Hipismo, Natação, Pentatlo Moderno, Remo, Saltos Ornamentais e Tiro Esportivo

Medalhas: Bronze do Basquetebol Masculino

Curiosidades:

  •  A medalha de Bronze do Basquetebol Masculino foi a primeira do Brasil em um esporte coletivo
  • Surge um dos maiores atletas brasileiros de todos os tempos: Adhemar Ferreira da Silva

1952 – Helsinque

Número de atletas: 103 homens e 5 mulheres

Esportes: Atletismo, Basquetebol, Boxe, Esgrima, Futebol, Hipismo, Levantamento de Peso, Natação, Pentatlo Moderno, Polo Aquático, Remo, Saltos Ornamentais, Tiro Esportivo e Vela

Medalhas: 3 – Ouro com Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo (16m22), Bronze com José Telles da Conceição no salto em altura (1m98) e Bronze na natação com Tetsuo Okamoto nos 1500m (18m31s3)

Curiosidades: Estreia do futebol brasileiro em Jogos Olímpicos obtendo um 5o lugar. Nesta equipe atuou o centroavante Vavá que se tornaria Bi Campeão Mundial em 1958 e 1962.

1956 – Melbourne

Número de atletas: 47 homens e 1 mulher

Esportes: Atletismo, Basquetebol, Boxe, Ciclismo, Hipismo, Levantamento de peso, Pentatlo Moderno, Saltos Ornamentais, Tiro Esportivo e Vela

Medalhas: 1 – ouro com Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo – 16m35

Curiosidades: 

  • Nossa única representante foi Mary Dalva nos saltos ornamentais – plataforma prova em que obteve um 16o. lugar
  • Começa a surgir uma geração que colocou o basquetebol em destaque no mundo todo nas décadas de 1960 e 1970.
Adhemar Ferreira da Silva, nosso bi-campeão olímpico que inspirou uma grande geração de triplistas
Adhemar Ferreira da Silva, nosso bi-campeão olímpico que inspirou uma grande geração de triplistas
JOsé Telles da Conceição - único atleta brasileiro a obter medalha no salto em altura
JOsé Telles da Conceição – único atleta brasileiro a obter medalha no salto em altura

 

Anúncios