História do Basquetebol · Jogos Olímpicos

As meninas Olímpicas do Basquetebol Brasileiro

Amigos do Basquetebol

O basquetebol feminino só passou a fazer parte do programa olímpico em 1976, 40 anos após o masculino. Nos jogos de 1976, 1980, 1984 e 1988 o Brasil não participou sendo sempre desclassificado nos torneios pré-olímpicos.

Com isto uma geração fantástica perdeu a oportunidade de participar da maior festa do esporte mundial mas foi ela que deu impulso a outra geração que traria muitas alegrias para todos nós.

A partir de 1992 o Brasil começou a participar do basquetebol feminino olímpico obtendo duas medalhas – prata (1996) e bronze (2000).

De 1992 a 2016, 46 atletas nos representaram nos Jogos Olímpicos.  Adrianinha é a atleta com o maior número de participações – 5 – , seguida de Janeth e Kelly com 4.

Com 3 participações tivemos: Adriana Santos, Alessandra, Cintia Tuiú, Erika, Helen, Marta e Karla.

Com 2: Cláudia Neves, Clarissa, Damiris, Franciele, Hortência, Iziane, Joyce, Leila, Paula, Patrícia Chuca, Sílvia Gustavo, Sílvia Luz, Nádia Colhado e Izabela Ramona.

Com uma participação: Cláudia Pastor, Fernanda Berling, Graziane, Nádia Bento, Zaine, Joycenara, Mamá, Karen, Lilian, Branca, Zezé, Micaela, Palmira, Roseli, Simone POntello, Ega, Tainá, Tássia, Tatiane, Vânia Hernandez e Vivian.

Número de Jogos

Janeth é a atleta com maior número de jogos – 29; Adrianinha, Cintia Tuiu e Alessandra (24); Kelly (22); Helen e Marta (20); Erika (17); Leila (15); Iziane e Paula (13); Karla  e Adriana Santos (12); Silvia Gustavo, Sílvia Luz, Cláudia Neves e Hortência (11); Clarissa, Damires e Joyce (10)

Pontos

No clube dos 100 pontos temos

Janeth – 535; Alessandra – 290; Helen – 252; Marta – 236; Paula – 210; Iziane – 199; Erika – 175; Hortência – 174; Adrianinha – 139; Clarissa – 134; Kelly – 117; Cintia Tuiu – 108 e Damires – 104

Média de Pontos

Janeth tem a melhor média de pontos nos Jogos Olímpicos – 18,4, seguida de Paula – 16,2.

A melhores médias:

Hortência – 15,8; Iziane – 15,3; Clarissa – 13,4; Helen – 12,6; Alessandra – 12,1; Marta – 11,8; Damiris – 10,4 e Erika – 10,3.

Medalhistas:

1996 – Atlanta – Prata

Hortência, Branca, Adriana Santos, Leila, Paula, Janeth, Roseli, Marta, Alessandra, Cintia Tuiu, Cláudia Pastor e Silvia Luz

2000 – Sydney – bronze

Claudia Neves, Helen, Adriana Santos, Adrianinha, Lilian, Janeth, Zaine, Marta, Silvia Luz, Alessandra, Cintia Tuiu e Kelly.

janeth

Janeth: maior número de jogos, maior cestinha e melhor média de pontos

Os técnicos

Cinco técnicos dirigiram o Brasil em Jogos Olímpicos.

Antonio Carlos Barbosa por 3 vezes (2000, 2004 e 2016) com 8V e 13 D – Medalha de Bronze em 2000

Maria Helena Cardoso – 1992 (2V-3D)

Miguel Ângelo da Luz – 1996 (7V-1D) – Medalha de prata

Paulo Bassul – 2008 (1V-4D)

Luiz Cláudio Taralo – 2012 (1V-4D)

mig2Miguel Ângelo da Luz – medalha de prata em Atlanta em 1996

Barbosa

Barbosa – medalha de prata em Sydney – três vezes técnico da seleção olímpica feminina (2000, 2004 e 2016)

Anúncios