Estatísticas · Jogos Olímpicos · Todos os posts

Jogos Olímpicos: estatísticas gerais – pontos e aproveitamento

Amigos do Basquetebol

Recebi o relatório final das estatísticas dos Jogos Olímpicos. É um documento sensacional que detalha o comportamento estatístico das equipes e atletas tanto no masculino, quanto no feminino.

O trabalho da estatística foi realizado por uma equipe experiente e muito competente que vem atuando em diferentes campeonatos ao longo de vários anos, dos quais tive o prazer de participar em muitas temporadas e verificar o crescimento desse pessoal.

Neste post vou apresentar alguns dados gerais para comparar o comportamento das equipes em alguns dos fatores computados e que mostram algumas diferenças de comportamento estatísco entre o masculino e o feminino.

Em relação ao aproveitamento e a pontuação média por partida temos o seguinte quadro, considerando-se o total de 38 jogos para o masculino e 38 para o feminino

Total de pontos 

Feminino: 5604 – 147,11 por jogo

Masculino: 6228 – 163,90 por jogo

2 pontos

Feminino – 1650 convertidos/3559 tentados (46%), totalizando 3300 pontos que representaram 58,9% do total de pontos convertidos

Masculino – 1618 convertidos/3102 tentados (52%) totalizando 3236 pontos que representaram 51,9% do total de pontos convertidos

3 pontos 

Feminino – 444 convertidos/1237 tentados (36%) totalizando 1332 pontos que representaram 23,7% do total de pontos convertidos

Masculino – 601 convertidos/1781 tentados (34,0%) totalizando 1803 pontos que representaram 29,0% do total de pontos convertidos

Lances Livres

Feminino – 972 convertidos/1290 tentados (75%). Esses pontos representaram 17,4% do total de pontos convertidos

Masculino – 1189 convertido/1590 tentados (75%). Esses pontos representaram 19,1% do total de pontos convertidos.

Volume de jogo

Considerando-se o volume de jogo, representado pelo total de pontos obtidos por todas as tentativas percebe-se que não houve grande diferença entre o masculino e o feminino.

No feminino as equipes jogaram para marcar 318,9 pontos por jogo e converteram 147,5, o que significa um percentual de 46,2% de aproveitamento.

Já no masculino as equipes jogaram para marcar 345,7 pontos por jogo e converteram 163,9 o que significa um percentual de 47,4% de aproveitamento.

Melhores ataques

A equipe com melhor média de pontos no feminino foi os Estados Unidos com 101,2 pts por jogo. A pior equipe foi o Senegal com 61,8 pts por jogo. O Brasil ficou em 10o. lugar como o melhor ataque com 67,0 pts por jogo.

No masculino os Estados Unidos tiveram a melhor média de pontos por jogo com 100,9. A Venezuela foi o pior ataque com 63,0 pts por jogo. O Brasil foi o 6o. melhor ataque com 82,0 pts por jogo.

Melhores defesas

A melhor defesa no feminino foi a da Turquia com 64,8 pts sofridos por jogo. A pior defesa foi a do Senegal com 96,4 pts por jogo. O Brasil foi a 8a. defesa do torneio com 76,8 pts sofridos por jogo

No masculino a melhor defesa foi a da Espanha – 74,3 pts por jogo. A pior defesa foi da China 93,2 pts por jogo. O Brasil ficou em 5o. lugar com 81,4 pts sofridos por jogo.

 

Anúncios