Estatísticas · Jogos Olímpicos · Todos os posts

Jogos Olímpicos – estatísticas gerais (3): aproveitamento do Brasil no masculino

Amigos do Basquetebol

No post https://vivaobasquetebol.wordpress.com/2016/09/19/jogos-olimpicos-estatisticas-gerais-pontos-e-aproveitamento/ apresentei um quadro geral da relação pontos feitos e aproveitamento no masculino.

Neste atual post apresento uma comparação entre a média brasileira e a média geral em relação a pontos convertidos e pontos possíveis e a impacto dos 2 e 3 pontos e lances-livres no total de pontos convertidos por nossa seleção.

Pontos convertidos x pontos possíveis:

A média de pontos convertidos no torneio de basquetebol por equipe foi de 81,9. A média de pontos possíveis foi de 172,9 por equipe, representando 47,4% de aproveitamento. Neste item o Brasil teve um aproveitamento de 45,5% (82,2 x 180,6).

2 pontos

No cômputo geral do campeonato os dois pontos representaram 51,9% do total de pontos convertidos (42,6 x 81,9). O aproveitamento geral nos arremessos de 2 pontos foi  de 52% ( 42,6 x 81,6). O aproveitamento do Brasil nos arremessos de 2 pontos foi de 60% (46,8 x 93,6). Esses pontos obtidos dos arremessos de 2 pontos representaram 56,9% do total de pontos do Brasil (46,8 x 82,2).

3 pontos

Os três pontos foram responsáveis por 29% dos pontos totais do campeonato (23,7 x 81,9). O aproveitamento geral neste arremesso foi  de 34% (23,7 x 70,3). Neste fundamento o Brasil teve um aproveitamento de 29,6 % (19,2 x 64,8) e os três pontos representaram 23,4% do total de pontos feitos pelo Brasil (19,2 x 82,2).

Lances-livres

Os lances-livres foram responsáveis por 19,1% dos pontos totais do campeonato (15,6 x 81,9). O aproveitamento geral nos lances-livres foi  de 75% (15,6 x 20,9). O Brasil teve um aproveitamento de 73% (16,2 x 22,2) e os lances livres representaram 19,7% dos pontos convertidos pela nossa seleção (16,2 x 82,2)

Comparação entre pontos a favor e pontos contra

Uma análise interessante que pode ser feita é a relação entre o que o Brasil produziu e o que seus adversário produziram nos cinco jogos que nossa seleção disputou.

No total o Brasil teve 82,2 pontos a favor contra 81,4. O aproveitamento geral foi de 45,5% x 48,1%.

Nos arremessos de 2 pontos nosso aproveitamento foi de 50%, igual porcentagem obtida pelos nossos adversário.

Já nos 3 pontos o Brasil foi inferior aos adversários – 30% x 39%.

Nos lances-livres nova igualdade – 73% .

Os números de nossa seleção comparados a seus adversários mostram um equilíbrio muito grande em todas as comparações, o que de fato reflete as diferenças dos jogos disputados pelo Brasil (-6 x Lituânia; -4 x Croácia; -4 x Argentina; 1 x Espanha e 15 x Nigéria).

 

 

 

Anúncios