Opinião do autor · Todos os posts

2017: Feliz Ano Novo para nosso Basquete?

Amigos do Basquetebol

Será que em 2017 podemos esperar um ano novo melhor para o nosso basquetebol?

Esperemos que sim.

Depois de um ano de 2016 que devemos esquecer só podemos ter esperança que algo de bom aconteça e que nosso basquetebol ressurja das cinzas, ou do limbo, ou do fundo do poço, como quiserem.

Decepção nos Jogos Olímpicos com campanhas pífias do feminino e do masculino.

Cancelamento de campeonatos de base por falta de investimento e, talvez, vontade política. Ou ainda por total desprezo por essas categorias.

Ausência em competições internacionais de base, eventos que são sumamente importantes para a preparação de nossas futuras seleções.

E finalmente, a cereja do bolo. A suspensão da CBB por parte da FIBA que cansou da gestão de brincadeirinha (ou incompetente, se preferirem) dos nossos dirigentes.

Triste ano para aquele que já foi o segundo esporte na preferência popular em nosso país.

O primeiro esporte a trazer uma medalha olímpica em esportes coletivos para o Brasil e repetir o feito mais duas vezes no masculino e duas vezes no feminino.

O esporte três vezes campeão mundial e que se manteve entre as quatro potências do mundo durante muito tempo, reinando soberano na América do Sul.

O esporte que produziu atletas de grande qualidade  (só vou citar quatro, homenageando  todos os demais): Wlamir e Amaury; Paula e Hortência.

O esporte que tem grandes nomes no Hall da Fama e no Naismith Memorial: Hortência, Paula, Amaury, Oscar, Bira, Righetto, José Cláudio dos Reis, Kanela.

O esporte que teve grandes técnicos e mestres reconhecidos internacionalmente (também cito somente quatro, também homenageando todos os técnicos que dedicam a vida ao basquetebol): Pagan, Barbosa, Daiuto e Kanela.

O esporte que teve árbitros apitando finais olímpicas e mundiais: Righeto, Affini, Renatinho e Maranho.

Enfim, o esporte que deu muitas alegrias a este país.

Quem sabe esse nosso passado glorioso nos façam esquecer o presente negro e nos leve para um futuro brilhante.

Feliz Natal e um ótimo 2017.

O Viva o Basquetebol retornará em janeiro.

papai-noel-com-ornamento-do-basquetebol-thumb3461354.jpg

Anúncios